sábado, 26 de dezembro de 2015

Sol em Quadratura com Saturno no Mapa Natal, por Adrian Ross Duncan

Você é uma pessoa trabalhadora e ambiciosa com um forte
vontade de vencer. Porém pode haver dificuldades com
autoridades, apesar de seu desejo de corresponder às
expectativas da sociedade. Os primeiros 30 anos de sua vida
trarão muito obstáculos ao sucesso, mas aprenderá lições
importantes e em última instância desenvolverá autosuficiência
e disciplina que formarão a base para o sucesso na
vida. É importante superar a negativismo e o pessimismo com
relação ao futuro. Nem todo o sucesso é obtido através de
muito trabalho. Você é geralmente motivado mais pelo medo
de fracasso do que pela promessa de recompensa e isto pode
impedir-lhe de concretizar o seu potencial. Se tudo der certo,
você adquirirá cada vez mais responsabilidade durante a sua
vida, merecidamente. Você é consciencioso e leva a sério as
suas responsabilidades. É o tipo de pessoa em quem as outras
pessoas podem confiar. E prefere ter poder por trás dos
bastidores, do que aparecer demais. Lembre-se de desfrutar os
louros dos seus esforços em vez de continuar a trabalhar sem
parar.

Você é uma pessoa um tanto formal que leva a vida a sério.
Experiências na infância, especialmente o relacionamento com
seu pai, enfraqueceram sua autoconfiança e fazem com que
saia da casca com dificuldade. É mais provável que enterre
seu talento do que jogue com ele. Tem grande necessidade de
aprovação, porém quando criança o amor e a provação sempre
estiveram condicionados ao seu desempenho. Foi mais
apreciado pelo que fazia do que pelo que era. Mais tarde,
tende a julgar-se com muita severidade e tem consciência
pesada por relaxar e amar a vida. Tende a recusar
bruscamente quando amor e afeto lhe são oferecidos e um
tanto severo ao oferecê-los. Podem haver tendências
autoritárias e falta de flexibilidade quanto a regras. No entanto,
é uma pessoa em quem se pode confiar. Tem princípios
elevados, e como não se permite esperar uma vida fácil,
trabalha com afinco para construir uma estrutura segura na
vida para os que lhe são caros.

É provável que o relacionamento que manteve com seu pai
tivesse sido muito afetado por uma disciplina dura e por
expectativas elevadas. Os laços podiam ser fortes, mas se
caracterizaram pelos seus esforços em conquistar a aprovação
paterna. Se você obtinha boas notas na escola, seu pai as teria
esperado ainda melhores. Naturalmente, quando você foi
crescendo, passou a integrar um severo universo de valores
que constitui um forte fator motivador para as suas realizações.
Você se tornou o mais severo juiz de si próprio.

Na realidade, você nasceu com a necessidade de criar uma
estrutura interna forte e de estabelecer um conjunto de regras
para sua vida e provocou em seus pais comportamentos
capazes de satisfazer essa necessidade. Você espera que lhe
imponham uma disciplina. Além disso, não é receptivo aos
elogios, de modo que quando as pessoas fazem comentários
favoráveis ao seu trabalho e realizações, tem tendência para
minimizar a importância dos seus esforços e até desdenhá-los.
As pessoas ficam sabendo que você não pretende qualquer
reconhecimento, mesmo quando acha que o quer. O único tipo
de reconhecimento e de aceitação que realmente funciona com
você é a sua própria. No entanto, como se auto-avalia de forma
implacável, isso acontece muito poucas vezes. Você é,
portanto, seu próprio dono e chefe. E, sendo assim, porque
não tenta dar a si mesmo algumas compensações? O elogio
interno tem um grande efeito terapêutico sobre você e a
questão se reduz a combater a voz interior da culpa, vencê-la e
garantir, depois, o seu próprio apoio para se fortalecer.