segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Graus de Capricórnio, por Dane Rudhyar


CAPRICÓRNIO    XIX. O MOMENTO DA ILUSÃO

1° CHEFE ÍNDIO EXIGE PODER DA TRIBO EM ASSEMBLEIA
Domínio de uma situação através do planejar e aventurar-se propositado. Enfrentamento ousado de oportunidades. Extremo de autoconfiança.

2° ROSÁCEAS NUMA CATEDRAL GÓTICA; UMA, DANIFICADA PELA GUERRA
Subjacente resistência a mudanças em alicerces vitais. Fé em si mesmo. Testemunho do belo contra a força bruta.

3° A ALMA, COMO UM ESPÍRITO RONDANDO ÁVIDO PELA AQUISIÇÃO DE EXPERIÊNCIA
Motivação interior e pura. O poder de se manter acima de limitações físicas; de demonstrar livre vontade. Desapego.

4° FOLGAZÕES EMBARCAM NUMA CANOA GRANDE NO LAGO ILUMINADO POR LANTERNAS
Externalização dos impulsos coletivos da raga através de indivíduos. Tolo amor ao prazer. Exploração do si mesmo.

5° UM ACAMPAMENTO DE ÍNDIOS AMERICANOS: COMEÇA UMA DANÇA DE GUERRA FEROZ
Mobilização de energias latentes para autoesforço determinado. Obsessão por forças elementais. Violento despertar para a realidade.

6° DEZ TORAS DEITADAS SOB A ABÓBADA DÃO PASSAGEM PARA FLORESTAS MAIS ESCURAS
Não-limitação da experiência quando a pessoa passa de completação para uma plenitude cada vez maior. Pureza em conhecimento. Perfeição.

7° HIEROFANTE PESADAMENTE VELADO LIDERA UM RITUAL DE PODER
Reunião do poder de um grupo para um propósito e numa vontade individual. "Avatar"-ismo. Responsabilidade.

8° NUMA SALA DE ESTAR AMPLA, INUNDADA DE LUZ SOLAR, CANTAM CANÁRIOS
A felicidade que irradia de uma personalidade integrada. Auto-estabilização firme em conforto social ou respeitabilidade.

9° UM ANJO PORTANDO UMA HARPA ATRAVESSA UMA ALAMEDA CELESTE
A harmonia básica do eu realizado. Percepção de harmonia na vida cotidiana através de compreensão desapegada e elevada.

10° NUM VELEIRO OS MARINHEIROS ESTÃO ALIMENTANDO UM ALBATROZ MANSO
Superação de medos instintivos através de persuasão branda. Conquista gentil. Cultura de valores espirituais. Inofensividade.

11° FAISÕES MOSTRAM SUAS CORES BRILHANTES NUM GRANDE PRADO
Riqueza latente de recursos naturais exibidos através de processos seletivos. Capitalização de oportunidade. Luxo.

12° MARAVILHAS NATURAIS SÃO DESCRITAS NUMA AULA DE CIÊNCIAS
Ver através das aparências; desvendar o esplendor mágico do núcleo das coisas. Um toque de vida universal. Visão precisa.

13° SOB PICOS COBERTOS DE NEVE, UM ADORADOR DO FOGO ESTÁ MEDITANDO
Estabelecimento fume sobre princípios muito antigos. Consciência de unidade absoluta. Profundidade de penetração de alma. Autoconquista.

14° NA SELVA FECHADA, UM BAIXO-RELEVO MAIA PERFEITAMENTE PRESERVADO
O poder do ser humano de deixar registros permanentes de suas conquistas. Imortalidade pessoal. Fecundação do futuro pelo passado. Segurança.

15° NUM HOSPITAL, UMA ENFERMARIA INFANTIL CHEIA DE BRINQUEDOS
A bondade da vida nos testes trágicos das primeiras tentativas de autorregeneração. Responsabilidade administrada; ou fuga.

CAPRICÓRNIO    XX. O MOMENTO DA DEPENDÊNCIA

16° QUADRAS ESCOLARES REPLETAS DE JOVENS EM ROUPAS DE GINÁSTICA
Dependência normal de estimulação física. Entusiasmo robusto na abordagem dos desafios da vida; ou impulsividade imatura.

17° MULHER REPRIMIDA ENCONTRA ALÍVIO PSICOLÓGICO NO NUDISMO
Fuga da escravidão as inibições sociais. Reajuste da relação entre espirito e corpo. Autopurificação. Autoconfrontação.

18° A BANDEIRA DE PROA DA UNIÃO TREMULA NUM NOVO DESTRÓLER BRITÂNICO
Extremo de objetificação de recursos internos. Desafio à vida. Autocompreensão esplêndida. Total consciência de competição.

19° MENINA DE CINCO ANOS ORGULHOSAMENTE FAZ AS COMPRAS DE SUA MÃE
Capacidade de se colocar além dos padrões normais. Autoconfiança ampliada. Espera de condições para alcançar o si mesmo.

20° NA IGREJA VAZIA, OUVE-SE O CORAL, ENSAIANDO
A não percebida plenitude de vida que existe mesmo nas horas mais vazias. Preparação para atividade. Raio de esperança através de todas as dificuldades.

21° UMA CORRIDA DE REVEZAMENTO. CADA CORREDOR SE COLOCA ANSIOSAMENTE EM SEU LUGAR
Extremo de cooperação e troca nos relacionamentos da vida. Total rendição de si mesmo ao serviço. Comportamento de grupo planejado.

22° GENERAL VENCIDO ENTREGA SUA ESPADA COM DIGNIDADE NOBRE
Derrota aparente que significa vitória espiritual real. Render-se ao costume. Conquista através de conformidade à norma estabelecida.

23° UM SOLDADO RECEBE DE MODO DECOROSO DOIS PRÊMIOS POR BRAVURA
Prêmio ofertado pela sociedade pelo atendimento à responsabilidade individual. Reconhecimento de valor; boa sorte desmerecida.

24° UMA MULHER CAMINHANDO PARA O PORTO SEGURO DE UM CONVENTO
Gentileza protetora da vida aos corações cansados. Silenciosa influência oculta da existência real. Ajuda conseguida à força. Salvamento a tempo.

25° MENININHOS BRINCAM SOBRE TAPETES MACIOS NUMA LOJA ORIENTAL
Primeira compreensão dos valores culturais por meio de prazer sensual. Refinamento de sensações. Enriquecimento psicológico.

26° FADA RADIANTE DANÇA NA BRUMA DE UMA CACHOEIRA Transcendência do espirito sobre corpo e meio ambiente. Clareza de entendimento. Recursos de alma inesgotáveis. Efervescência.

27° HOMENS ESCALANDO UM PICO SAGRADO; ABAIXO, O MUNDO — ACIMA, PAZ
Ligação necessária entre acima e abaixo na experiência pessoal do buscador. Dualismo equilibrado de vida subjetiva-objetiva.

28° O AVIÁRIO DE UMA MANSÃO RURAL, CHEIO DE AVES CANORAS
Aperfeiçoamento da personalidade pela familiaridade com valores espirituais. Alegrar-se no significado das coisas; ou confusão mental.

29° UMA CIGANA LÊ A SORTE NAS CHÁVENAS DE SENHORAS DA SOCIEDADE
A procura de entendimento interior através de todo condicionamento da vida. Primeira abordagem da realidade. Desejo de transcender a rotina.

30° OS DIRETORES DE UMA GRANDE EMPRESA REÚNEM-SE EM CONFERÊNCIA SECRETA
Atividade de elementos interiores formativos da personalidade real. Agrupamento de energias da alma numa emergência. Liderança espiritual.


_______________________________________________________________
Extraído do livro Astrologia da Personalidade, de Dane Rudhyar.