sexta-feira, 28 de outubro de 2016

A Lua e Câncer através das Casas, por Howard Sasportas



A Lua no céu não tem luz própria; ela apenas reflete a luz do Sol. Diferente do Sol, que mostra onde se requer esforço para se tornar um indivíduo consciente, a Lua é aquela área da vida na qual existe uma tendência natural para se curvar e adaptar ao que é oferecido. A casa da Lua é onde somos sensíveis e simpáticos às necessidades e influências de outras pessoas. É onde somos mais facilmente moldados, dispostos a hábitos e condições do passado e também a sermos restringidos pelas noções, expectativas, valores e padrões de nossa família e cultura. Alguns desses conceitos inatos podem ser valiosos e construtivos, enquanto outros poderiam prejudicar ou atrasar o progresso em novas direções. O domínio da Lua é a área da vida na qual nos refugiamos quando precisamos de descanso, de uma pausa ou de um santuário para o esforço de individuação e a abertura da consciência.

Somos arrastados para a esfera da vida cuja casa abriga a Lua, para além de nossa necessidade de pertencer a alguém, de ter conforto e segurança. Ela está onde achamos ou onde brincamos de ser Mãe: queremos segurança, compreensão ou uma âncora em seu domicílio, ou talvez ofereçamos aos outros comida e manutenção neste campo de experiência.

A Lua no céu passa por fases e ciclos; algumas vezes ela está cheia e aberta; outras vezes está fechada e escondida. Da mesma maneira, a posição de casa da Lua indica onde estamos mais aptos a encontrar situações duvidosas, onde passamos por fases, dependendo de nossas mudanças de humores, às vezes abertos e vulneráveis e, outras, fechados e afastados. Podemos mostrar um comportamento regressivo, infantil e inseguro nesta área. Certamente é onde ficamos em contato com o lado instintivo e emocional da vida e onde tendências e memórias úteis que mantêm a existência são mostradas. As mulheres podem ter um papel importante em nossas vidas pelo posicionamento de casa da Lua, um princípio básico feminino ou anima.

A casa com o signo de Câncer na cúspide ou interceptado tem uma influência similar à da Lua numa casa. A casa que tem Câncer também vai estar de alguma forma ligada à casa na qual a Lua se encontra. O filósofo Bertrand Russell, por exemplo, nasceu com Câncer na cúspide da 9ª Casa e a Lua em Libra na 11ª. Sua filosofia e sua maneira de encarar a vida (9ª) eram muito condescendentes e combatiam pela (Lua) causa do humanitarismo e da liberdade de pensamento (11ª Casa).

_______________________________________________________________
Extraído do livro As Doze Casas, de Howard Sasportas.