segunda-feira, 19 de abril de 2010

Lua em Oposição com Urano no Mapa Natal, por Adrian Ross Duncan

Você tem a alma de um cigano e isto significa que pode
adaptar-se a ambientes profissionais extremamente incomuns.
Você pode ir trabalhar em um país estrangeiro - quanto mais
exótico, melhor. Trabalharia bem com pessoas excluídas da
sociedade, especialmente se elas vêm de uma cultura
diferente. Por outro lado, trabalha mal em lugares
convencionais, onde as funções são repetitivas. Entedia-se
com facilidade e assim adapta-se a um trabalho que traz
mudanças interessantes e grandes variações no mesmo dia -
de preferência, em contato com pessoas. Você tem uma
profunda intuição e uma antena muito sensível.

Tem desejos convencionais no que diz respeito a harmonia
doméstica. Em sua infância houve influências perturbadoras e
uma atmosfera geral de imprevisibilidade, agitação ou tensão.
Você precisa sentir que alguma coisa está acontecendo à sua
volta. Isto indica que pode tornar-se agitado em suas relações
e se sentir aborrecido, o que acontece freqüentemente.
Começa então a ficar instigante. Adapta-se melhor às relações
que o mantêm ocupado com novos desafios cotidianos e tem
forte necessidade de expressar sua energia emocional em
ambientes de grupos. Seu parceiro não poderá satisfazer sua
necessidade de estímulo sozinho. Você floresce em
relacionamentos domésticos incomuns, por exemplo, vida em
comunidade, dividir apartamento ou residência no exterior.
Para que a parceria seja satisfatória, é essencial que pare de
distanciar-se emocionalmente. Isto dá a impressão que não se
importa com seu amor.

Circunstâncias extraordinárias no que se refere a suas
relações com a família, particularmente com sua mãe, e sua
educação e formação em geral, provocaram em você uma
atitude emocional de afastamento e imparcialidade. É muito
provável que seu relacionamento com sua mãe tenha sido
caracterizado por um sentimento de igualdade ou de amizade,
mais do que pelos padrões tradicionais de dependência. De um
certo ponto de vista, nunca lhe foi permitido sentir uma
dependência natural e você se protegeu desenvolvendo o
afastamento e a imparcialidade. Mas, por outro ponto de vista,
você rejeitou a sua mãe sempre que ela quis assumir o papel
que é tradicional nas mães. Pode também ter havido um
elemento imprevisível relacionado com o comportamento de
sua mãe, uma situação na qual você nunca conseguia saber
muito bem como ela iria proceder em seguida.

Mais tarde, durante a sua existência, você dará mostras dessa
tendência para se distanciar quando tem que enfrentar
desafios emocionais, tendência da qual se pode dizer que foi
herdada. Se for previsível uma situação de conflito ou
confusão, você envia duas mensagens inconscientes: a de que
está totalmente preparado para ir embora e a de que é muito
capaz de lidar com sua própria liberdade. Claro que é, mas
isso significa também que acaba tendo apenas
relacionamentos pela metade, nos quais você não está nem
vivendo com seu parceiro ou parceira, nem vivendo sem ele,
ou ela. Quando descobrir que seu amor pela liberdade e pela
independência é, em parte, um instrumento de proteção, um
escudo para o impedir de ser emocionalmente machucado, vai
aprender a exprimir os sentimentos de compromisso com mais
calor. Isso, por sua vez, criará maior segurança para seu
parceiro ou parceira, que em troca assumirá e dará mostra de
maior comprometimento com você.