quinta-feira, 28 de julho de 2016

Graus de Virgem, por Dane Rudhyar



VIRGEM    XI. O MOMENTO DE IDEALIZAÇÃO

1° NUM RETRATO, OS MELHORES TRAÇOS DE UM HOMEM SÃO IDEALIZADOS
O poder de dar forma, que ideias ou ideais tam sobre a forma e o comportamento externo. Integralidade da compreensão. Engrandecimento puro. Propósito.

2° UMA GRANDE CRUZ BRANCA SE ELEVA SOZINHA NO TOPO DE UM MORRO ALTO
Domínio do meio ambiente através de autocompreensão individualista. Eminência à custa de luta. Total autossegurança.

3° DOIS ANJOS TRAZEM PROTEÇÃO A UMA FAMÍLIA NA SELVA
Garantia divina ao homem do suprimento de todas as suas necessidades. Ajuda divina quando os esforços humanos falham. Sensação inconsciente de força.

4° CRIANÇA NEGRA BRINCA COM GAROTOS BRANCOS, INCONSCIENTE DA DIVISÃO RACIAL
Companheirismo subjacente a toda a vida sob credos sociais. Sensação estimulante de distinção. Elevação acima de contrastes.

5° IRLANDÊS SONHA COM DUENDES DEBAIXO DE UMA ÁRVORE
Imaginação construtiva quando revela domínios inconscientes de existência. Fantasia criativa. Contato com energias vitais interiores.

6° CRIANÇAS EXCITADAS MONTAM UM CARROSSEL RUIDOSO, BRILHANTE
A cultura do prazer como uma força transmutadora. Mergulho destemido na vida. Repetição interminável e fail de experiências.

7° NO HARÉM DE UM PALÁCIO, MULHERES DE OLHOS BRILHANTES RIEM ALEGREMENTE
Estágio inicial do desenvolvimento da alma individual, com proteção vital plena, mas escravizante. Ausência de responsabilidades ou de restrições.

8° MENINA ARISTOCRATA DE CINCO ANOS TOMA SUA PRIMEIRA LIÇÃO DE DANÇA
Condicionamento social precoce dos elementos superiores de ser. Início apropriado em autodisciplina. Desenvolvimento convencional.

9° UM ARTISTA EXPRESSIONISTA MODERNO PINTA UMA TELA ESTRANHA
Talento original de cada alma individual livre de valores coletivos. Autoexpressão absoluta, desprovida de tradição.

10° UM HOMEM COM DUAS CABEÇAS É VISTO OLHANDO PARA O ALÉM
Consciência funcionando em domínios interno e externo. Competência em entendimento. Supersensitividade a correntes vitais.

11° UM MENINO TÍPICO, MAS MODELADO PELAS ASPIRAÇÕES DA MÃE
Eficácia de sobretons na vida; de ideais dando realidade ou profundidade a coisas materiais externas. Conformidade à luz interior.

12° UMA NOIVA, RINDO, RALHA COM O NOIVO QUE LEVANTOU SEU VÉU
Desvendamento das fruições ocultas da natureza àquele que ousa e que ama. Plena avaliação da vida. Penetração.

13° UM ESTADISTA PODEROSO CONQUISTA UMA POPULAÇÃO HISTÉRICA PARA A SUA CAUSA
Poder de personalidade como encarnação de ideais raciais subconscientes. Sublimação de motivos. Transmutação de energias.

14° UMA ÁRVORE GENEALÓGICA ESPLÊNDIDA GRAVADA NUMA FOLHA DE PERGAMINHO
Importância da base ancestral em todas as conquistas. Poder de experimentar profundamente. Sensitividade cultural. Herança.

15° VELHO LENÇO DE RENDA; ALGUM PERFUME RARO; UM ESPELHO
Fineza última de valores materiais passando para o espiritual. Delicadeza treinada e aristocrática. Reserva aculturada.

VIRGEM    XII. O MOMENTO DE EXPERIMENTAÇÃO

16° MULTIDÃO DE CRIANÇAS AO REDOR DA JAULA DO ORANGOTANGO NO ZOOLÓGICO
A lição que os muito velhos podem dar aos muito jovens em todos os campos. Experiência transmitida. Inércia de instintos. Equilíbrio.

17° UMA ERUPÇÃO VULCÂNICA LIBERA ENERGIAS TELÚRICAS PODEROSAS
Explosão irresistível de impulsos contidos, criativa ou regeneradoramente. Desmobilização de "complexos". Vontade de totalidade.

18° DUAS JOVENS EMOCIONADAS FAZEM EXPERIÊNCIAS COM UMA PRANCHETA "OUIJA"
Desejo humano de contato com o além. Indagação. Questionamento incansável de fatos superficiais do ser. Curiosidade imatura.

19° UMA COMPETIÇÃO DE NATAÇÃO SE APROXIMA DO FIM DIANTE DE UMA GRANDE MULTIDÃO
Sustentação social de conquista individual. Encorajamento. Competição como meio de criar consciência de grupo.

20° UM GRUPO DE COLONIZADORES INICIA SUA JORNADA EM CARROS VELHOS
Elevação à conquista a despeito de equipamento inadequado. Alegrar-se no enfrentamento dos desafios da vida. Aventurar-se com fé.

21° DOIS TIMES DE GAROTAS EMPENHADOS NUMA COMPETIÇÃO DE BASQUETE
Totalidade física como prelúdio de integração interior. Autoavaliação, ou recusa de se encarar. O ritmo dos instintos.

22° UMA INSÍGNIA DE ARMAS REAIS CRAVEJADA DE JOIAS EXPOSTA NUM MUSEU
Preservação de valores raciais antigos para veneração saudável por indivíduos jovens. Testemunho de mérito. Aristocracia.

23° UM DOMADOR DE LEÕES ENTRA DESTEMIDAMENTE NA ARENA DO CIRCO
Prontidão para enfrentar as energias agitadas da própria natureza e testar a própria força moral. Fé em si mesmo. Valor e maestria.

24° UM LIVRO INFANTIL RETRATA MARIAZINHA E SEU CARNEIRO
Frescor de concepção não inibido por preocupações sociais intelectuais. Simplicidade vibrante. Imaginação nascida do espírito.

25° UMA BANDEIRA A MEIO PAU NA FRENTE DE GRANDE EDIFÍCIO PÚBLICO
A capacidade de desempenhar uma tarefa para consumar a completação. Deferência às conquistas passadas. Cultivo de espírito público.

26° OLHOS EXTASIADOS, UM GAROTO AJUDA NUMA MISSA CELEBRADA POR AUTÔMATOS
Capacidade de encontrar inspiração na rotina diária. Esperança surgindo no meio de toda a morte de coração. Rejuvenescimento do espírito.

27° SENHORAS IDOSAS TOMANDO O CHÁ DA TARDE NUMA CASA RICA
Preservação de valores sociais e culturais. Superioridade interna discreta, ou então pura presunção. Prestígio de posição.

28° HOMEM CALVO DOMINA REUNIÃO DE FIGURAS NACIONAIS
Poder impulsivo da personalidade real em momentos de crise. Capacidade de trabalho duro. Manifestação compulsiva do eu interior.

29° MANUSCRITO ARCAICO REVELA VELHOS MISTÉRIOS AO ESTUDIOSO
A compreensão que é construída sobre trabalho constante paciente e aspiração persistente. Poder fecundador da sabedoria antiga.

30° UM CHAMADO DE EMERGÊNCIA LIVRA O CHEFE DE FAMÍLIA DOS DEVERES DE ROTINA
Alegria de engajar-se numa tarefa que amplia o horizonte de vida. Entrega espontânea à ocasião, ou fuga de destino limitado.

_______________________________________________________________
Extraído do livro Astrologia da Personalidade, de Dane Rudhyar.