domingo, 14 de agosto de 2016

Direções Radicais, por Dane Rudhyar


Para simplificar o primeiro tipo de direção primária e facilitar sua determinação com o uso de uma efeméride astrológica comum, foi criado um sistema de direções (por Sepharial e, mais tarde, por Vivian Robson) chamado Sistema Radical. Nele, os "arcos de direções" entre planetas são calculados sobre a eclíptica (isto é, em termos de longitude) em vez de sobre o equador (isto é, em termos de Ascensão Direta). Se no nascimento o Sol está em 10° de Aries e Vênus em 29° de Aries, o arco de direção entre estes planetas é 19°.

De acordo com Sepharial e com a maioria dos astrólogos que utilizam este que é o mais simples dos sistemas, um ano de vida não é calculado como correspondendo a um grau, mas a 59' 8" — que é o movimento diário do Sol (o resultado da divisão de 365 e 1/4 dias solares por 360 graus). Num sistema como este, todos os pontos da carta natal, planetas e cúspides, são deslocados a essa razão de 59' 8" por ano, e o relacionamento entre estas posições sucessivas (anuais e mensais) e as posições radicais é analisado em termos de aspectos.

Este coeficiente de direção não é o único a ser considerado. Assim como o movimento médio diário do Sol fornece ao astrólogo um coeficiente de direção, também o movimento médio diário da Lua (13° 10') é usado para o mesmo propósito, um ano de vida correspondendo a um avanço direcional de 13° 10'. Este último procedimento é chamado direções menores enquanto o anterior recebe o nome de direções maiores, sendo as menores sempre submetidas às maiores, que dão as informações mais básicas.

Assim, se considerarmos a distância na carta de nascimento entre Sol e Vênus (19°), veremos que esse arco pode ser interpretado como originando uma conjunção Sol-Vênus, primeiramente, aos 19 anos e 1/3 (direções maiores) e também, secundariamente, aos 18 meses, aos 28 anos e dois meses, aos 56 anos e um mês, aos 83 anos e cinco meses (direções menores). Uma tábua de equivalência exata entre arcos e períodos é dada no final do livro de Vivian Robson, The Radix System, que detalha a técnica destas direções.

Exteriormente, este sistema está muito próximo do método de análise do tempo estudada anteriormente, mas o uso do movimento diário solar e lunar lhe dá um sabor de "progressões secundárias". Na verdade, parece existir pouca razão para adotar tais coeficientes de tradução de valores espaciais para temporais, pois dever-se-ia considerar ou o movimento diário real do Sol e da Lua ou o valor arquetípico de um grau. O Sistema Radical é obviamente uma acomodação que visa facilitar o cálculo e a simplificar. Mas, uma vez que o princípio de análise de tempo da carta de nascimento tenha sido plenamente entendido, parece ser um fundamento muito mais válido para chegar às fases básicas de operação do destino essencial do indivíduo.

_______________________________________________________________
Extraído do livro Astrologia da Personalidade, de Dane Rudhyar.