terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Urano na 2ª Casa, por Howard Sasportas

Quem tem Urano na 2ª Casa vai precisar encarar toda a questão de dinheiro, posses e recursos de maneira bem diferente da normal. Essa posição representa um desafio que se contrapõe ao sistema coletivo de valores tradicionais e aos mais simples modos de ver o mundo material. Não desejosos de serem limitados pela necessidade de segurança e posses materiais, alguns podem evitar ligações justamente com aquilo que os outros mais procuram. Se tiver algum valor, o dinheiro será valorizado pela liberdade que lhes oferece em prosseguirem fazendo aquilo que realmente querem.

Às vezes as maneiras de ganhar dinheiro não são nada comuns, ou lucros podem advir de áreas desenvolvidas recentemente, de tecnologias modernas ou de alguma tentativa inteiramente individualizada. Algumas pessoas com este posicionamento podem apoiar sistemas econômicos e políticos mais radicais, que organizem a distribuição de bens de maneira diferente do seu regime nativo. Urano nesta casa é também associado com repentinas altas e baixas materiais e financeiras. Agindo intuitivamente por um pressentimento, eles podem arriscar dinheiro. Dependendo dos aspectos de Urano, eles podem "pagar" a pessoa maravilhosamente, ou deixá-la sem um tostão.

Quem tem Urano na 2ª Casa muitas vezes experimenta uma espécie de mudança, de rompimento ou de desestruturação na área de segurança pessoal que o força a reavaliar toda essa esfera de vida. Por exemplo, mesmo que estejam tentando seguir um caminho mais ordenado ou convencional para o mundo material, eles podem ver-se de repente como vítimas de uma influência coletiva maior ou de algum incidente que interrompa sua fonte de renda ou segurança. A companhia para a qual trabalham pode fazer uma reavaliação ou, devido a uma recessão, achar-se com excesso de pessoal. Ou, então, por razões que extrapolam seu controle, eles têm que fugir do país onde residem, deixando tudo para trás e tendo que começar tudo de novo. Alguma vez na vida eles terão que desenvolver atividades diferentes para se manterem, bem diferentes daquelas que tinham antes.

Muitas vezes suas próprias fortes necessidades inconscientes os coagem a romper os laços com o passado. Se não têm consciência de suas profundas necessidades de liberdade, eles podem escolher situações que julgam lhes trarão segurança, mas que acabam se revelando bastante instáveis. (Em qualquer batalha entre desejos conscientes e inconscientes, o inconsciente normalmente vence.) Alguns acreditam no princípio da "mente sobre a matéria", na existência de um plano superior capaz de afetar e ordenar os acontecimentos do nível material de existência.

As fontes inatas que devem ser desenvolvidas são a originalidade, a inventividade, a abertura a novas correntes e a tendências progressistas, e um senso de oportunidade muito certo para determinadas situações. Pode ser que os que têm Urano na casa natural de Touro possam materializar seus "gênios" mais facilmente do que quando este planeta se encontra em outras casas. Por exemplo, Yehudi Menuhin, que dá recitais desde os setes anos de idade, ganhou seu dinheiro através de seu gênio musical (Urano em Aquário na 2ª Casa). Guglielmo Marconi, o inventor do rádio sem fio e do detector magnético, nasceu com Urano em Leão nessa casa. É sabido que Michelangelo, "o gênio universal", tinha Urano na cúspide da 2ª Casa.