sexta-feira, 2 de junho de 2017

Debilidades: Queda, por Marcos Monteiro

Assim como o detrimento é o posto do domicílio, a queda é o contrário da exaltação.

Assim como a exaltação significa nobreza, ou força, exageradas, na queda as coisas estão ruins, mas parecem ainda piores.

O Sol está em queda em Libra, a Lua em Escorpião, Mercúrio em Peixes, Vênus em Virgem, Marte em Câncer, Júpiter em Capricórnio, Saturno em Áries.

É fácil ver que o signo oposto ao da exaltação é ruim para os planetas. Se a Lua está bem no repouso e na fruição, não pode estar bem na tensão constante de Escorpião. Mercúrio está excepcionalmente forte (domicílio e exaltação em Virgem), então está excepcionalmente perdido (detrimento e queda) em Peixes, e por aí vai.

Há alguns casos em que o planeta está em alguma dignidade, mas em uma debilidade. Os mais evidentes são Vênus em Virgem de dia (dignidade de triplicidade, debilidade de queda) e Marte em Câncer (dignidade de triplicidade, debilidade de queda), mas alguns planetas têm faces ou termos no próprio detrimento e/ou queda.

A ideia é que ele está mal, com alguns pontos de qualidade. Não ignoramos as dignidades, mas elas não anulam as debilidades.

Marcos Monteiro, Introdução à Astrologia Ocidental, Edição do Autor, 2013.
Versão kindle gratuita na https://www.amazon.com.br/