quinta-feira, 19 de maio de 2016

Astrologia e Cura, por A.T. Mann

Cada  signo  do zodíaco está relacionado com  partes do corpo, com órgãos ou sistemas internos, com mecanismos psicológicos e fases do processo  vital  de  crescimento.  Os vários tipos  de  terapia  também podem ser relacionados com os signos do zodíaco.

Ao conhecermos  qual  o  planeta  responsável  por  um  tipo  particular  de obstrução  é  fácil  determinar  os  tipos  de  terapias  que  seriam adequadas  porquanto  serão  consideradas  do  ponto  de  vista  do  signo no  qual  o  planeta  reside.  Tensões  podem  surgir  devido  à  ação  dos planetas  Marte,  Urano  ou  Plutão,  para  citar  apenas  alguns.  Quando ativos,  eles  porão  em  evidência  a  parte  do  corpo  em  que  residem  e produzirão  sintomas.  Males  do  estômago,  particularmente  úlceras  ou câncer,  estão  emocionalmente  relacionados  com  doenças  que  se manifestam  pelo  signo  de  Câncer,  regente  do  estômago,  e  têm  sua origem  na  estrutura  do  lar  e  do  sistema  familiar, que  se  reflete  no estômago.

Virtualmente,  todos  os  problemas  estomacais  estão  relacionados com problemas ligados ao sistema familiar. As terapias apropriadas ao signo  de  Câncer  são  a  psicoterapia,  a  terapia  familiar  e  os  Remédios Florais  do  Dr.  Bach.  Cada  signo  apresenta  terapias  associadas, próprias  às  suas  influências.  A  roda  das  terapias  é  uma  forma  de entender  como  essas  terapias  atuam  em  conjunto  para  fornecer  o potencial conducente à integração.

Life-Time  Astrology  (1984)  descreve  o  meu  modelo  astrológico - único - do processo da vida no tempo, desde a concepção até a morte, tal como é visto ao redor da periferia do horóscopo. Um método direto para determinar o encontro dos planetas em períodos da vida em que eles  estão  ativos  também  é  exposto,  a  par  de  uma  orientação  geral sobre  esse  novo  sistema  astrológico  revolucionário  que,  pela  primeira vez,  integra  a  astrologia,  a  matemática  e  o  mecanismo  do  tempo biológico, idéias modernas referentes à biologia e à genética e ao mais alto conhecimento da psicologia transpessoal. Na prática, A Astrologia do  Tempo  Biológico  é  um  instrumento  excelente  porque  todo  o processo  vital  pode  ser  facilmente  divisado  em  torno  da  roda  do horóscopo,  sendo  superada  a  árdua  datação  de  eventos  da  astrologia tradicional.

A  Astrologia  do  Tempo  Biológico  divide  a  vida  inteira,  da concepção  à  transcendência,  em  quatro  oitavas,  como  um  guia multidimensional da vida no tempo. Através desse guia, torna-se fácil entender como surgem as doenças, que terapia escolher face a certos problemas e como a cura funciona.

Muitas  terapias  contemporâneas  serão  apresentadas,  avaliadas astrologicamente  e  sua  aplicabilidade  demonstrada  por  meio  de horóscopos-amostras.  Embora  possa  ter  sido  verdade  que  a  cada pessoa  cabe  um  tipo  particular  de  terapia  que  lhe  é  mais  eficaz,  o mundo  moderno  é  tão  complexo  que  necessitamos  de  uma  série  de terapias  ao  longo  de  nossas  vidas  que  pode  variar  drasticamente,  de acordo  com  a  época  e  as  circunstâncias.  As  necessidades  de  cada etapa  do  nosso  desenvolvimento  podem  ser  suplementadas  por terapias apropriadas. Considerando que o processo de autodescoberta por tentativa e erro pode ser longo e penoso, não se deve, ser aleatório quanto à seleção de terapias alternativas.

A  ideia  de  "plena  confiança"  na  terapia  será  apresentada  e  suas implicações no processo curativo, descritas. De um modo geral, existe uma  cega  confiança  entre  terapeuta e  cliente,  assegurando  que  a informação  transmitida  durante  uma  sessão  não  passe  dos  dois participantes.  Essa  prática  data  do  relacionamento  freudiano  entre terapeuta e  paciente  e  é  agora  considerada  uma  forma  obsoleta  de encarar  a  terapia.  O  uso limitado  das  informações  e  sentimentos evocados durante a terapia é, frequentemente,     não só contraproducente,  como  prolonga  a  duração  de  problemas  que precisam ser discutidos abertamente. O conceito de plena confiança é um  conceito  novo,  no  sentido  de  suscitar  questões  de  terapia,  sejam médicas  ou  psicoterapêuticas,  e  chamar  a  atenção  de  todos  os terapeutas  em  atividade.  Isso  é  fundamental  para  evitar  o  que ocorre comumente,  isto  é,  o  acupunturista  trabalha  na  energização  de  uma pessoa toda terça-feira de manhã e depois o psicoterapeuta dirige suas energias no sentido de acalmá-la toda quinta-feira à tarde. Em prol de uma  integração  de  terapias,  é  preciso  que  exista,  por  parte  de  terapeutas  e  clientes,  o  desejo  de  abrir  o  modelo  terapêutico,  de  forma  a incluir  todos  os  terapeutas.  A  própria  família  do  cliente  precisa  ser encorajada a ampliar seu conhecimento do sistema e dos meios pelos quais os problemas estão sendo enfocados.

Uma  série  de  diagnósticos  astrológicos  ilustrará  horóscopos  de uma  ampla  gama  de  pessoas,  portadoras  de  desequilíbrios  ou  de doenças, assim como de pessoas que sofrem de câncer, de leucemia, de AIDS,  de  doenças  transmitidas  sexualmente  e  de  anorexia  nervosa.

Todo  o  mecanismo  do  nascimento é visto como um fator  crítico  e desvalorizado  no  que  tange  à  subsequente  saúde  física, mental  e emocional. A  moderna  arte  de  cura  pela  Astrorradiônica,  desenvolvida  pelo autor, será apresentada e demonstrará a possibilidade de diagnosticar e  tratar  uma  pessoa  a  distância,  através  do  modelo  energético  do horóscopo.  Os  mecanismos  e  a  filosofia  desta  sutil  arte  de  curar proporcionarão uma nova perspectiva em termos de saúde e anatomia.