terça-feira, 17 de maio de 2016

Quíron Retrógrado, por Bárbara Hand Clow

Os planetas retrógrados são mais bem compreendidos de uma perspectiva magnética, de um ponto da energia, e  sua atividade é mais bem entendida conceitualmente  como uma dinâmica do tempo. Os planetas diretos são elétricos e fazem com que a energia carregue e se mova; os planetas retrógrados são magnéticos e puxam a energia para o mapa. Portanto, quando Quíron está retrógrado, ele atrai poderes de cura, iniciáticos e alquímicos. Examinando minhas pastas, notei que os clientes com Quíron retrógrado são mais atraentes, mais fascinados pela magia e pelo oculto e puxam essa energia para si. A dinâmica do tempo se refere ao fato de que os planetas retrógrados tenderam a funcionar simultaneamente no passado, no presente e no futuro. A curto prazo, no plano físico, essa dinâmica do tempo é confusa porque com os planetas diretos a ação simplesmente se inicia num ponto do tempo e segue em frente, sendo observada mais facilmente, mas desta vez a dinâmica empresta grande sutileza a psique.

Os planetas exteriores são mais frequentemente retrógrados do que os planetas interiores; o Sol e a Lua nunca são retrógrados, é claro; pode-se afirmar que as energias dos planetas exteriores são mais sutis devido às fases retrógradas mais longas. A dinâmica do tempo chega a um nível extremamente sutil com Quíron. Os três aspectos da deidade na teologia druídica são Beli (futuro destruidor), Yesu (presente e Salvador) e Taran (passado e Criador). Essa tripla deidade está presente para aqueles que têm Quíron retrógrado. Isto é, eles se preocupam com o futuro e a significação das forças destrutivas; sentem a essência do presente, ou Salvador; buscam o significado esotérico do passado, ou criação. Essa é a música pela qual eles dançam, e quanto mais cedo conseguirem identificar o efeito que ela está tendo sobre sua consciência, tanto mais cedo podem colocar os fatos em perspectiva. Essa é uma profunda e intensa resposta ao universo, que oferece grande sabedoria e criatividade assim que é entregue à psique. A posição da Casa de Quíron retrógrado irá descrever o caminho da percepção desse poderoso vórtice de sensibilidade perceptiva.