terça-feira, 31 de maio de 2016

Regentes da Sétima Casa, por Marion March & Joan McEvers

Esta é a primeira das Casas não-pessoais; o "eu" da primeira Casa se torna o "você" na sétima. Áries olha para fora e vê que não está sozinho no mundo. A sétima Casa é angular, uma Casa de relacionamentos diretos ou a dois. Libra é seu signo natural e Vênus seu regente natural. Tanto Libra como Vênus são sociais; portanto, esta é a Casa em que você se relaciona com os outros e que descreve as suas atitudes em relação às parcerias conjugais ou de negócios, assim como os advogados ou as pessoas que agem como seus representantes. Como é uma Casa angular, sua ação é aberta e pública; tradicionalmente, é considerada a Casa dos inimigos declarados, do público, e do seu trato com o público. A referência a "inimigos" vem do fato de que essa Casa está em oposição à sua personificação individual, ou seja, o Ascendente. Assim, ela mostra o que você procura nos outros, as qualidades de que precisa para complementar a sua força e as suas fraquezas.

Regente da sétima na primeira: Você sente necessidade de uma forte identificação com um parceiro ou com o público para poder funcionar completamente como indivíduo. Em geral é um líder, a não ser que o planeta seja Vênus, a Lua ou Netuno; a sua confiança vem da sua capacidade de mostrar aos outros como fazer as coisas. Muitas vezes é um professor excepcional. Outras áreas em que pode sair-se bem são o entretenimento, as vendas e a política.

Regente da sétima na segunda: Este é um posicionamento frequente no mapa de pessoas que se casam por por dinheiro ou por segurança. E imperativo que o seu Parceiro tenha o mesmo sistema de valores que você. Pode indicar o ganho de dinheiro na área jurídica, ou em confrontos diretos. As pessoas com essa colocação muitas vezes ganham altos salários, por serem atraentes para o público. Pode ser que você e seu par ganhem dinheiro juntos. Se o planeta estiver bem integrado no mapa, em geral você se casa com alguém que ganha bem ou que administra bem o dinheiro. Sempre existe a possibilidade de que seu parceiro receba uma herança, já que a sua segunda Casa é a oitava dele.

Regente da sétima na terceira: Esse pode ser o posicionamento de alguém que casa com o namorado de infância ou com um parente distante, ou ainda com uma pessoa apresentada por um dos irmãos. Você sente a necessidade de ter um bom canal de comunicação com seu parceiro, e os aspectos ao planeta indicam a compatibilidade intelectual entre os dois.

Regente da terceira na quarta: Você procura segurança através de algum tipo de associação. Muitas vezes casa-se tarde ou não se casa, porque o lar paterno lhe dá felicidade e contentamento, e você tem a tendência a fazer de seu parceiro uma figura paterna. Entretanto, se a energia não for corretamente aplicada, você pode se negar a oportunidade de casar, por causa de um senso de dever e obrigação em relação a um genitor muito exigente, ou por querer substituir um dos genitores pelo cônjuge. Em outros casos o casamento é feliz, mas o trabalho e o contato com o público o afastam do parceiro, que cuida do lar por você enquanto você se dedica a outras atividades. Muitas vezes esse posicionamento indica um parceiro que fica nos bastidores e proporciona a estabilidade, o conforto e o abrigo de que precisa a pessoa de vida muito pública.

Regente da sétima na quinta: Muitas pessoas verdadeiramente românticas têm esse posicionamento. Com o regente da Casa do casamento na romântica, idealista e criativa quinta Casa, geralmente você se casa por amor - muitas vezes em meio da adversidade. Com esse posicionamento, mais uma vez existe a possibilidade de você ser uma pessoa muito atraente. Em outro plano, pode ser que a sua energia criativa (quinta Casa) seja bem aceita pelo público (sétima Casa), ou que você seja criativo com um parceiro, em negócios ou nas artes.

Regente da sétima na sexta: É frequente você encontrar o seu parceiro de vida através do trabalho. Também pode ser que vocês se casem e iniciem um negócio juntos. Esse posicionamento pode indicar alguém que gosta de trabalhar em sociedade com uma ou mais pessoas, ou de prestar algum tipo de serviço de aconselhamento jurídico ou psicológico. Entre nossos clientes, temos um casal jovem, os dois com o regente da sétima na sexta; conheceram-se num emprego e depois abriram um negócio próprio, muito bem sucedido, e agora passam dez horas por dia trabalhando juntos. Com aspectos pressionantes, esse posicionamento planetário pode indicar atração por alguém que tenha problemas de saúde, física ou mental, dando-lhe assim uma oportunidade de ser útil e dar apoio aos demais. Alternativamente, a sua atitude em relação às associações pode ser tipo "só trabalho, sem diversão", principalmente se Saturno estiver envolvido.

Regente da sétima na sétima: No melhor dos casos, você se identifica muito com o parceiro e procura um relacionamento significativo e duradouro; mas se não estiver usando a energia planetária da forma mais positiva, pode mudar de parceiro a toda hora, procurando gratificar-se pessoalmente através da quantidade e não da qualidade dos seus contatos. Esse posicionamento parece indicar a necessidade de aprovação e adulação por parte do público. Muitas vezes acarreta uma situação de liderança pública. Quando o regente da sétima Casa é o Sol, Urano ou Plutão, a sua tendência é procurar um parceiro forte e dominador, uma pessoa "tomadora de conta"; se os aspectos ao planeta forem desafiadores, existe uma disputa interminável entre as personalidades. Quando o regente da Casa é a Lua, Netuno ou Vênus, em geral você se sente atraído por uma pessoa mais submissa, com quem se sinta à vontade. Quando o planeta é Saturno, você busca firmeza e geralmente a encontra numa pessoa madura, ou em alguém que você já conheça há muito tempo. Júpiter ou Mercúrio regendo a sétima ou aí colocados tendem a fazer com que vota se sinta atraído por pessoas que tenham a mesma filosofia que a sua, com quem seja fácil se comunicar.

Regente da sétima na oitava: Geralmente esse posicionamento é muito político, indicando que os outros apoiam suas ideias e objetivos, moral ou financeiramente. Você procura um parceiro que lhe dê ajuda e respaldo financeiro; se consegue ou não, depende dos aspectos ao planeta. Em alguns casos, o casamento é fundamentalmente baseado num bom relacionamento sexual, havendo pouca coisa em comum além disso. Esse posicionamento parece dotar as pessoas de grande atratividade sexual para o público. Essa colocação também dota a pessoa de capacidade de lidar com o dinheiro dos outros; é possível que você ocupe algum cargo de administração financeira. Quase sempre é você quem se encarrega de manter em ordem o talão de cheques da família.

Regente da sétima na nona: É muito comum você procurar um parceiro de antecedentes sociais, étnicos ou religiosos diferentes dos seus, podendo mesmo conhecer essa pessoa no exterior. Se o planeta estiver funcionando bem no Mapa, você desfruta com um bom relacionamento com a família de seu cônjuge. Quando o planeta tem aspectos desafiadores, a sua ligação com um parceiro de um meio tão diverso pode resultar difícil e não gratificante. Com esse planeta bem integrado no mapa, você pode ser um bom advogado, ou um professor que fascina, motiva e empolga os alunos. Pode gostar de viajar com seu parceiro ou, como faz um de nossos clientes, dirigir uma agência de turismo em conjunto com o parceiro.

Regente da sétima na décima: Você tem possibilidade de obter reconhecimento público na política, nos entretenimentos, nas artes ou em qualquer área em que consiga fazer-se ouvir. Pode ser que um parceiro ajude muito sua carreira, promovendo-o e estimulando-o a prosseguir. Quando Saturno está envolvido, é muito frequente acontecer o contrário: você faz o possível para provar aos outros e a si mesmo que pode conseguir seus objetivos sem a ajuda de seu parceiro. Uma das suas ambições é ter um casamento bem-sucedido, ao que tudo indica com alguém que você admire; também é possível que você procure um parceiro bem-sucedido ou famoso. Dependendo dos aspectos ao planeta, o resultado dessa busca é determinado pela forma como a energia é integrada ao resto do mapa.

Regente da sétima na décima primeira: A principal exigência que você faz de um parceiro é a amizade; precisa haver paridade, porque você tem necessidade de manter sua identidade dentro da parceria. E possível que você seja atraído por alguém que tenha filhos, dos quais você vá cuidar. Esse posicionamento, com muita frequência, indica pessoas que fazem negócios com amigos. Conforme os aspectos, pode indicar um solitário que não sente necessidade de se prender a um casamento e, assim, é bastante independente. O outro lado da moeda é, muitas vezes, a pessoa que se casa e sente-se incompleta sem um par; o "amor recebido" da décima primeira Casa nunca é totalmente satisfatório.

Regente da sétima na décima segunda: Por mais bem casado que seja, você sempre precisa de algum tempo e de algum espaço para si mesmo. Se o planeta tiver aspectos desafiadores, muitas vezes pode existir dúvida ou suspeita em relação aos atos e necessidades de seu parceiro. Depois que aprender a lidar com essas dúvidas em sua mente, você pode se comprometer de forma satisfatória; mas se deixar as dúvidas persistirem, o relacionamento pode ser arruinado. Geralmente, na parceria, você dá o respaldo, você é o poder por trás do trono, o confidente de quem o outro depende e usa como caixa de ressonância.