quinta-feira, 27 de abril de 2017

Muitos dos textos antigos falam de influência, ou de causa. Sem entrar em questões de tradução, há um problema conceitual: é difícil determinar o que eles queriam dizer com isso, se a intenção era afirmar que havia uma relação de causa e efeito, ou se eles estavam apenas mostrando a existência de uma relação. Pelos próprios textos, parece inclusive que não havia uma preocupação em diferenciar os tipos de causa.

De qualquer forma, mesmo se alguns dos antigos acreditassem de verdade em causa eficiente (ou numa relação de causa e efeito, no sentido científico moderno) entre o céu e os eventos terrestres, isso não torna essa relação mais real. Se há alguma coisa que a história nos ensina, é que as pessoas que vieram antes de nós também erravam.

Marcos Monteiro, in Introdução à Astrologia Ocidental, Edição do Autor, 2014, p. 23.