quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Aquário, por Sementovski-Kurilo



Aquário apresenta características psíquicas que têm uma certa afinidade com Escorpião e Câncer; ao primeiro se assemelha em seu amor pelo mistério, sua combatividade e no seu desejo de ser guia dos demais, tudo isso de forma mais pacífica e afável que Escorpião; com Câncer apresenta em comum a extravagância de comportamento e a oscilação entre extremos, seja a respeito de coisas e ideias, seja com relação às pessoas que cruzam o seu destino. Aquário tem também uma forte tendência à solidão no que se parece, não só com Câncer, como também com Capricórnio.

O que Aquário apresenta como particular é a sua genialidade. No caso do Aquário mais evoluído, encontra-se com freqüência visionários, obstinados buscadores da verdade, pensadores com concepções de vida muito originais ou excêntricas, caracterizadas por ideias reformadoras e revolucionárias de índoles distintas. Há também a possibilidade de ligações de natureza mística ou religiosa, e não é surpreendente encontrar em Aquário, fundadores (Krishnamurti), indivíduos com altas aspirações para o aperfeiçoamento da sociedade humana com base em uma nova moral da qual crêem ser propugnadores; pessoas que de uma forma ou de outra combatem o presente em nome de um futuro melhor. O Aquário pouco evoluído apresenta geralmente gostos estranhos e refinados, tendência a acompanhar a moda do vestuário e o adorno dos aposentos; gosta de freqüentar círculos onde se discutem assuntos da atualidade. Em outras palavras, Aquário quer ser moderno a todo custo, estar na cabeça e participar dos movimentos de vanguarda. O Aquário menos evoluído é chegado às mentiras que desenvolve de maneira até engenhosa, e a fanfarronices inofensivas, como um Barão de Münchhausen..

No modo de tratar as pessoas, Aquário é afável, cortês e tende a prodigar-se em gentilezas; há também um desenvolvido senso estético, amor à natureza e às coisas belas. Por outro lado, Aquário apresenta uma certa vaidade que pode turvar as suas relações com as pessoas: gostaria de ver confirmada sua originalidade e sancionado o seu direito de ser considerado como um indivíduo excepcional, e por essa razão corre o perigo de não ser levado a sério. Com uma configuração natal apropriada, Aquário logra chegar a posições elevadas, seja social ou espiritualmente; e provar portanto com boas razões o seu comportamento "vaidoso".

Nos mapas com poucos ou fracos aspectos, Aquário se revela útil à sociedade humana, obtendo bons resultados com seu trabalho nas mais variadas profissões: como engenheiro, médico, professor, técnico, artesão, operário especializado, etc.

Também no Aquário pouco evoluído encontra-se um sentido brilhante e um grande amor pela música. Nos casos evoluídos, temos exemplos de verdadeiros gênios da música, que apresentam Aquário, senão predominante, com uma grande influência no mapa natal (Mozart, Schubert, Wagner, Tchaicovski).

Aquário tem grande habilidade mental e manual, e assim mostra-se apto para resolver com êxito às mais variadas atividades sobretudo no campo da ciência e da técnica. É infatigável em seu ímpeto inventivo e gostaria de aperfeiçoar todas as coisas. Porém qualquer que seja o seu trabalho ou profissão, todo o seu comportamento, consciente ou inconsciente, é movido pela aspiração de ser digno de sua própria qualidade de homem e, se possível, pelo desejo de ser um modelo para os demais. E' esse "motivo de redenção", nos casos de indivíduos mais evoluídos, que leva a atingir os objetivos excepcionais anteriormente citados.

Abandonando-se ao vôo de sua própria fantasia e oscilando entre ideias, coisas e pessoas, Aquário possui todavia um bem desenvolvido sentido de realidade para não tomar decisões precipitadas quando for necessário agir na vida prática. Com muita calma para ponderar sobre uma ação antes de iniciá-la. Ainda que tenha o pensamento utópico, não se "perde nas nuvens".

A mesma circunspecção caracteriza as suas relações de natureza sentimental. Antes de unir-se de forma duradoura a uma pessoa, se não pensa longamente, pesa cuidadosamente as vantagens e desvantagens da união planejada, procurando descobrir o caráter e as qualidades da outra pessoa. No casamento, Aquário mostra o seu lado positivo e pode ser considerado, entre os demais signos dominantes, como um dos mais "felizes", se não se une a uma pessoa totalmente inadequada espiritual e psiquicamente à sua natureza. Em alguns casos, as extravagâncias e a originalidade não deixam de produzir graves efeitos também no campo sexual.

Os fenômenos patológicos mais comuns de Aquário são: as artrites, as hemorroidas, as enfermidades do baço e dos gânglios linfáticos, lesões nas pernas e nos tornozelos.



Fonte: Sementovski-Kurilo: Astrologia - Tratado Teorico e Pratico
Tradução: Claudio Fagundes