quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Virgem, por Sementovski-Kurilo




Aqueles que têm Virgem apresentam características talvez as mais complexas e sobretudo as mais contraditórias entre todos os demais tipos astrológicos. Encontra-se, nesta categoria, indivíduos com o espírito excelso, universal no verdadeiro sentido do termo, e criaturas mesquinhas, egoístas e completamente absortas por interesses materiais. Virgem, da mesma forma que Gêmeos, é regido por Mercúrio, porém o primeiro é um signo do elemento terra enquanto o segundo é um signo do elemento ar; esta diferença evidentemente se manifesta de duas maneiras distintas: em Gêmeos, Mercúrio faz o espírito ágil, sutil, poderia dizer-se etéreo; em Virgem faz uma inteligência grave, ponderada, prática, em uma palavra: terrena.

Apesar disso Virgem, em seus melhores representantes, se revela altamente espiritual e sua força não só consiste em suas vastas possibilidades de conhecimento, senão também em seu grande sentido de realidade. Mais que outro, este tipo está apto para o estudo profundo das mais variadas matérias filosóficas e científicas; além disso sua lógica é aguda e sobressai a sua capacidade de penetrar na substância das coisas. Sem dúvida, nisto tudo, os representantes mais evoluídos de Virgem correm perigos não desprezíveis: a tendência crítica e analítica de sua mente pode facilmente degenerar em um exagerado selecionar e classificar tudo aquilo que cai debaixo de sua lente escrutinadora quando não consegue ou não pode encontrar a síntese. Além disso, o sentido de realidade é aquele que se poderia chamar de "a substância espiritual de seu ser", chamando-lhe à moderação, de tal modo que volta a reconstruir tudo aquilo que por ventura por si foi decomposto. Virgem, privado da mesma agilidade intelectual de Gêmeos, colhido de surpresa, não improvisa como este último, não dá a resposta com certeza intuitiva a uma pergunta qualquer ou a solução para um problema espiritual; em primeiro lugar prefere calar, reservando-se o prognóstico, e depois, em solidão, refletir lentamente e pensar em tudo o que se refere ao argumento para fazer depois suas considerações de maneira clara e precisa. A experiência da vida tem uma importância decisiva no conjunto de sua cultura espiritual, já que lhe traz ensinamentos úteis e deduz conclusões que com freqüência assumem o valor de verdades genéricas.

Recolher conhecimentos e experiências, o verdadeiro "modus vivendi" de Virgem desde que se trate de indivíduos de certa elevação espiritual. Nestes indivíduos mais evoluídos, observa-se uma tendência ao ecletismo; são verdadeiras enciclopédias vivas. Também nisto existe um perigo: podem alhear-se da vida e tornar-se estéreis, já que privados da experiência, são como uma planta privada de terra, perdem o colorido, perdem o elemento que traz vida e originalidade. Com freqüência, Também nesses casos, no momento mais crítico, os sentido de realidade exige seus direitos: de fato, Virgem não se cansa nunca de pôr-se em dia, quer dizer, de trazer modificações e aperfeiçoamentos ao texto da "primeira edição" do livro da vida, estando sempre atualizado. As transformações psíquicas e espirituais de Virgem se efetuam num ritmo muito mais vagaroso do que se pode observar nos nativos de Gêmeos, sendo em geral menos freqüentes, porém mais sólidas e coerentes que aparece ao final da existência, como um edifício de pensamentos que Virgem construiu ao longo de sua vida.

A qualidade extremamente preciosa do Virgem evoluído, sofre no tipo menos evoluído, a lei fatal da ambivalência psíquica: encontramos indivíduos mesquinhos, unidos em medida exagerada às pequenas coisas, pedantes e rabugentos. Em alguns casos, a vida se consome com o gozo das denominadas "alegrias terrenas": boas comidas, vinho, alojamentos cômodos e viagens, sendo estas as metas exclusivas de suas ambições.

Virgem geralmente é pouco sociável. Em sua própria casa recebe as pessoas com gosto e de quando em quando a amigos e conhecidos. O círculo de amizades é quase sempre restrito, e mais, pode-se afirmar que Virgem não tem verdadeiros amigos, o que pode ser explicado por certos aspectos de seu caráter, e por sua tendência à solidão. Se encontra a gosto em meio à natureza, é capaz de submergir horas e horas na silenciosa contemplação do mar, de uma paisagem em geral, ou de um pôr-de-sol; inclina-se também por passear só pelos bosques e prados. São momentos em que se sente em união mística com os outros seres; o aroma da terra traz algo como um narcótico que estimula e acalma, e também faz retomar a fé na vida, que muitas vezes em acessos de melancolia, tende a perder. Estas tendências explicam a freqüência, entre os representantes evoluídos, de poetas e escritores que souberam pintar imagens maravilhosas com toda a vivacidade (Goethe, Moricke, Tolstói, etc.).

Virgem vê o pequeno tão importante como o grande; vê o grande no pequeno e vice-versa, o universo em sua própria intimidade e a si mesmo no meio ao universo. Junto ao seu amor pela solidão, este egocentrismo tem às vezes repercussões na vida. Tímido nas relações com estranhos, dificilmente se abre a aqueles que não conhece bem; extremamente sensível e suscetível ao mínimo defeito nas atenções recebidas; ofende-se facilmente por motivos irrisórios e sofre por muito tempo em silêncio.

Os traços de caráter descritos, não são certamente premissas para uniões duradouras. Entre as pessoas que tem Virgem como signo dominante encontra-se muitos solteiros e solteiras. Em geral, casam-se tarde. Mesmo tendo escolhido a pessoa, mostra-se por um bom tempo indeciso antes de legalizar o casamento. No casamento, Virgem revela-se precioso segundo vários aspectos:: o amor pela casa consolida indubitavelmente a família que cria; as residências de Virgem geralmente são acolhedoras e bem organizadas.

O erotismo de Virgem é de certa maneira dúbio e caracterizado desde a juventude por fortes impedimentos psíquicos. Virgem é diametralmente o oposto de um Don Juan. Se contenta em ruminar a sua sensualidade, os aspectos de sua vida sexual, e quando esta última insiste imperiosamente em seus direitos, a tendência é sufocá-la, ainda que não consegue; nega os instintos, porém não se encontra com poder para domá-lo. A aspiração à pureza é para os indivíduos mais evoluídos, a verdadeira e essencial direção de sua existência. Nos indivíduos mais débeis, dependendo de outros posicionamentos no Mapa Natal, os impedimentos psíquicos levam a tendências mórbidas; a misogenia e a inversão sexual, são bastante freqüentes.

Com seu amor pela ordem e pela precisão, Virgem em seus representantes menos evoluídos, está mais apto a profissões que requerem trabalhar em fábricas e escritórios. O amor pela natureza pode levar a um trabalho a céu aberto. Os indivíduos mais evoluídos podem ser encontrados pensadores de amplos horizontes, poetas, insignes cientistas de fama mundial, inventores geniais e com freqüência grandes artistas, sobretudo no campo das letras.

Virgem é suscetível, em primeiro lugar, a doenças digestivas; são freqüentes os casos de enterites e apendicites; em outros se observam males de origem nervosa que repercutem no aparelho linfático.


Fonte: Sementovski-Kurilo: Astrologia - Tratado Teorico e Pratico
Tradução: Claudio Fagundes