terça-feira, 28 de junho de 2016

Júpiter nos Elementos. Por Helena Avelar e Luís Ribeiro

Num mapa natal, a posição de Júpiter indica uma área de expressão em que nos sentimos mais à vontade, onde nos é fácil expandir. Há uma noção de alegria, abundância e prazer associado àquele elemento.

Júpiter em Fogo: há um sentido de optimismo geral, de alegria, exuberância e atividade. Acredita na ação e na iniciativa (Carneiro), em si mesmo e no que cria (Leão) e no que aprende e no que considera Sabedoria (Sagitário).

Júpiter em Terra: por ter como base o mundo concreto, a expansão é mais segura e estruturada. Acredita na experiência concreta, naquilo que constrói e tem (Touro), no que analisa e qualifica (Virgem) e nas estruturas e hierarquias (Capricórnio).

Júpiter em Ar: é no plano mental e na comunicação que sente um maior à vontade e confiança. Acredita na relatividade e multiplicidade das coisas (Gêmeos), na harmonia e na justiça (Balança) e nas ideologias liberais e vanguardistas (Aquário).

Júpiter em Água: o sentimento é o campo de expansão natural. Acredita no que sente, na tradição e na segurança (Caranguejo), na intensidade emocional e na transformação (Escorpião) e no sentir total, devocional, absoluto (Peixes).