quarta-feira, 17 de maio de 2017

Os temperamentos, por Helena Avelar e Luis Ribeiro

Também no ser humano encontramos os quatro elementos, manifestados através dos temperamentos: Colérico, Sanguíneo, Melancólico e Fleumático, associados ao Fogo, Ar, Terra e Agua, respectivamente.

Os temperamentos definem aquilo a que os antigos chamavam a compleição de cada indivíduo: o conjunto dos seus traços físicos e comportamentais, bem como as predisposições psicológicas e metabólicas. Assim, a cada temperamento está associado um conjunto de comportamentos padrão, uma determinada estrutura física e um humor, que é a sua contraparte fisiológica.

Cada ser humano apresenta um temperamento predominante, mas os restantes três estarão também presentes na sua constituição, embora em menor proporção.

Este sistema de temperamentos constitui uma espécie de "psicologia antiga", que permite fazer avaliações complexas e subtis dos comportamentos, motivações e dinâmicas de cada indivíduo. Esta avaliação é de extrema utilidade, não apenas na Astrologia Natal, mas também na Astrologia Médica.



Helena Avelar e Luis Ribeiro, in Tratado das Esferas - um guia prático da tradição astrológica. Editora Pergaminho. Cascais, Portugal, 2007, pp. 40-1.