domingo, 30 de julho de 2017

Revolução Solar: Procedimentos básicos a serem observados para analisar o ano, por Clélia Romano

Eis uma lista de a ser verificada:

1 - Que casa surge no Ascendente da RS e onde esta casa está na natividade. Da mesma forma, observe onde o Ascendente natal aparece na RS, e onde estão os regentes dos dois Ascendentes na RS e na carta natal.

2 - Em que casa estão na RS os planetas que regem ângulos natais. E pode o leitor verificar também os ângulos da RS: em que casa caem na natividade?

3 - Note se há planetas em ângulos natais e neste caso onde aparecem na RS, isto é em que casa estão e que casa é esta na natividade.

4 -Que planetas são notáveis na RS e que casa natal afetam?

5 - Planetas natais e seus signos e regentes carregam para a RS o sentido que possuem na carta radical. O que muda é o tópico onde aquilo vai ocorrer. O tópico é fornecido pela casa onde o planeta aparece na RS.

6 - A importância de um planeta na RS ganha muito em intensidade se ele for angular, especialmente na se o for na carta natal.

7 - O Ascendente da RS deve ser analisado como um tópico a surgir. Se aparecer na RS o MC natal como Ascendente são os assuntos profissionais que surgirão. Se o regente do Ascendente desta RS estiver em boa casa e celestialmente dignificado melhor: ele realizará a contento os efeitos do MC natal, desde que isso seja previsto na carta natal, e tomará a forma, isto é, surgirá como um tópico a se realizar na casa onde estiver na RS.

8 - Os aspectos que um planeta natal faz ou recebe e onde eles surgem na RS devem ser levados em conta e delineados como tópicos do ano.

9 - Similaridade entre a carta natal e a RS levam as coisas a acontecer. Dissimilaridades as retardam.


Capítulo 3 (extrato). Há exemplos no livro.
Clélia Romano, in Técnicas Astrológicas Preditivas, Edição do Autor, 2015.

O livro pode ser adquirido aqui: http://www.astrologiahumana.com/