quinta-feira, 16 de junho de 2016

Júpiter nos Signos.

Júpiter em Áries.

É necessário aprender a disciplina e incorporá-la ao cotidiano. É também importante aceitar as limitações, os deveres e as obrigações necessárias para quem tem que conviver com outras pessoas. Não é prudente permitir, entretanto, que isso se sobreponha à necessidade de expressão própria. Este posicionamento torna a pessoa muito individualista e é necessário atentar para as expectativas das outras pessoas. Há grande autoconfiança, orgulho justificável e habilidade para colocar-se contra tudo quando isto se fizer necessário.

A aproximação sexual é bastante direta, particularmente ao entrar em um novo "affair" ou retomar algum antigo. Frequentemente isso causa um vazio nos outros em termos de experiência. Em assuntos do coração a ação tende a ser prematura. Os encontros podem surgir a partir de súbitos impulsos, existe sempre uma grande impulsividade marcando as abordagens de natureza sexual da pessoa. É necessário equilibrar a espontaneidade com o cuidado.


Júpiter em Touro.


Deve ser encontrada uma base estável para a existência. Existe forte necessidade de segurança e saber o que será feito amanhã. Protegendo-se contra um universo imprevisível, há uma tendência a acumular bens. 

Há necessidade de muito afeto, conforto e abundância. A facilidade de dar de si e compartilhar o calor humano inegável é diretamente proporcional à segurança material e emocional. Sensibilidade prática leva a soluções quase que imediatas dos problemas cotidianos. Caso haja insegurança, será uma pessoa muito possessiva com gente e objetos. Há tendência a ser autoindulgente e a apreciar o luxo.

Um novo amor inspira para a generosidade. O amor é visto como ideal quando o ambiente à volta é ilimitado em fartura. Não entra num novo amor impetuosamente, mas quando envolve-se fará qualquer coisa dentro de seu poder para conservá-lo. A chave para um novo amor é a abundância. A comunicação não é só verbal, o corpo também fala, principalmente no amor.


Júpiter em Gêmeos.

Não é um bom posicionamento para Júpiter. Há uma tendência a negligenciar o crescimento espiritual e emocional. Aqui a espiritualidade encontra-se racionalizada e, infelizmente a mente racional, analítica e lógica tem limitações. Muitos aspectos do mundo podem ser sentidos emocionalmente e não logicamente. Mas este posicionamento pode excluir da vida tudo que não pode ser reduzido a um princípio intelectual. Este posicionamento é útil para o aprendizado formal, mas é necessário ter ajuda para desenvolver seus sentimentos e suas faculdades intuitivas e aprender a evitar o extremado uso da mente. Há o perigo de insensibilidade emocional mas este fator pode ser compensado por outros posicionamentos no Mapa Natal.

Nos relacionamentos afetivos há um fluente fluxo de ideias a cerca do amor que pode tornar mais bela, expressiva e completa a realização do amor. A imaginação estimula a criatividade. O amor é feito para ser expresso em mil palavras e não para ser escondido. Deve ser procurada uma pessoa de senso de humor acentuado e sexualmente alegre.


Júpiter em Câncer.

Crescimento pessoal vinculado à segurança emocional, tanto no sentido de que há necessidade de contar com ela, como no sentido de prover essa segurança a outras pessoas. A primeira infância é um período básico onde se consolida ou não, essa segurança fundamental; é nesse período em que se definem as possibilidades de crescimento desta pessoa, ou seja, o momento em que se estabelecem os seus limites.

Habilidade para aproveitar o lado sentimental dos relacionamentos. Muito prazer extraído das expressões de afeto. Criatividade. Atenção para a outra pessoa. A exclusividade e a disponibilidade da outra pessoa é ponto de conflito nas relações mais prolongadas.


Júpiter em Leão.

Há necessidade de orgulhar-se de tudo o que faz, sentir que seus negócios são honestos e com as cartas na mesa. O problema é evitar parecer abertamente satisfeito consigo mesmo, especialmente quando os sentimentos internos contradizem essa aparência. Há uma vontade interna em ser grande.

Há muita generosidade nos relacionamentos. Dá "carta branca" para a outra pessoa. Há sempre o perigo de escolher uma pessoa errada, mas defesas são aprendidas com a experiência e a maturidade. Na aproximação do amor revela-se uma inocência inata. A visão do relacionamento é revestida de uma simplicidade quase infantil.


Júpiter em Virgem.

O crescimento e a maturidade acontecem pelo desenvolvimento do senso de obrigação, pelo conhecimento do que pode fazer para ser útil ao mundo e pela vivência de suas responsabilidades. Há muita maturidade. Mas para ter uma maior realização na vida é fundamental vencer a sua timidez que afeta suas próprias expectativas. Há o perigo constante de subestimar suas habilidades e possibilidades. Ser prático é ótimo mas um pouco de idealismo não faz mal a ninguém.

Nos relacionamentos afetivos há uma grande variedade de detalhadas fantasias que devem ser compartilhadas pela pessoa escolhida.


Júpiter em Libra.

Busca o perfeito equilíbrio entre os extremos. Examina os dois lados do problema antes de tomar uma decisão que sempre é muito difícil. Elegância é um prazer. Aprende a ver beleza em cada situação possível. Os relacionamentos são importantes para o crescimento espiritual. É fundamental aprender todos os problemas de seus relacionamentos. Senso de justiça.

Não gosta de assumir um papel fixo dentro de relacionamentos e prefere representar variados e criativos papéis para a outra pessoa. Novas experiências sexuais, aproximação com os novos aspectos da sexualidade. Necessário cuidado para respeitar a privacidade da outra pessoa e estar sensível para não invadir aquilo que é considerado pessoal. A mudança constante de relacionamentos, é uma tendência que deve ser evitada.


Júpiter em Escorpião.

Gosto pelo mistério, prazer em desfazer mistérios. Desenvolvimento de uma grande compreensão da vida. Uma das qualidades é a persistência. Algumas vezes este posicionamento indica um interesse pelo sobrenatural e na idade madura haverá atração pelo misticismo e pelo espiritualismo. Insatisfação com as aparências pode levar a um bom desempenho em pesquisas. A psicologia pode ser uma profissão para seguir e encontrar a realização. Os sentimentos e as emoções são fundamentais para um conhecimento maior.


Júpiter em Sagitário.

Júpiter aqui em seu trono consegue a melhor expressão de sua energia. Desenvolvimento prematuro de forte ética e princípios morais. Crença nos próprios princípios. Tolerância com os princípios alheios. Forte desejo de liberdade, principalmente na juventude, para experimentar a vida no seu próprio destino. É necessária uma grande quantidade de experiências diretas. Impossível viver em confinamento seja num lugar ou num caminho da vida. Gosto por uma vida cheia de alternativas. Idealista. Forte sentido espiritual. Ligação com o universo.

A expressão sexual se manifesta melhor quando é relaxada e aberta. Um detalhado cenário drena a energia sexual. Há preocupação quanto a performance sexual. Amor que nasce robusto sem técnica ou sutileza. Há necessidade de espírito, mornidez e amizade para realização sexual mais plena. Apreço pela honestidade no relacionamento. A expansividade sexual deve ser um pouco contida quando a outra pessoa é tímida e retraída. A pessoa ideal seria aquela que tem uma comunicação mais direta.


Júpiter em Capricórnio.

A evolução pessoal é sinônimo de realização material frente ao mundo. Há o sentimento de que os ideais próprios são perfeitos, que é bom estar do lado da moral e da ética, mas as necessidades mais íntimas estão associadas à concretização desses ideais. Abstrações são apenas abstrações. Quer ver resultados reais, concretos, palpáveis. Com um tato muito aguçado, geralmente, consegue colocar em prática seus ideais. Há necessidade de praticidade, senão algo não vai bem. Existe prazer em assumir responsabilidades e posições de autoridade. Trabalha duro para obter reconhecimento e aprovação de quem considera superior.

Os relacionamentos afetivos têm que ser sólidos e substanciais. Flutuações contínuas confundem a cabeça e dissipam as energias. Deve procurar companhias confortáveis para que haja maior prazer.


Júpiter em Aquário.

O crescimento pessoal ocorre em ambiente de liberdade para encontra o próprio caminho e novas maneiras de realizar-se. Não há condições de viver em confinamento ou fazendo coisas que não está com vontade de fazer ou, ainda, seguindo velhos padrões carcomidos pelo tempo. A inventividade pode trazer a visão da vida segundo novos ângulos. O individualismo pode ser um caminho seguido em muitas oportunidades, mas não costuma ocorrer um egocentrismo doentio, há consciência de grupo. Não há egoísmo, há o perfeito entendimento da necessidade das pessoas à volta. Forte senso de justiça. Honestidade.

Frequentemente ocorre a atração por várias pessoas ao mesmo tempo, e em determinadas circunstâncias, é possível levar adiante vários relacionamentos simultâneos. Se há apenas uma pessoa na vida afetiva e sexual, a tendência e manifestar o amor de maneiras múltiplas e variadas. Sexo é uma área de pesquisa e descoberta. É muito excitante e sempre novo para a imaginação. Há necessidade de ter uma companhia bastante imaginativa.


Júpiter em Peixes.

Destino de seguir os interesses dos outros antes dos próprios. Dificuldades para encontrar o próprio equilíbrio porque é difícil encontrar a própria satisfação e gratificação. Espírito de mártir e de autossacrifício. Há necessidade de se autoatender. Idealismo. Facilidade em desapontar-se por causa das altas expectativas. Necessidade de aprender que o universo não se submete aos seus ideais. Consciência espiritual que afeta  muito fortemente a percepção do mundo. A confusão e a mágoa diária faz perder as próprias perspectivas. Necessidade de uma atmosfera quieta, só com os pensamentos, onde se apresenta oportunidades de importantes experiências.

O amor deve seguir seu próprio curso. Os questionamentos sobre os relacionamentos tendem a interferir no seu curso. Felicidade quando é possível seguir a intuição e sentimentos. Estilo generoso de amar. Sexualidade sutil. Inspiração psíquica e emocional a partir da outra pessoa.