domingo, 7 de maio de 2017

Das doze casas, a sua natureza e significado, por William Lilly

Conforme foi dito, há doze signos e também doze casas do céu, de forma que vamos agora referir a natureza dessas doze casas; o seu conhecimento é tão necessário que aquele que aprenda a natureza dos planetas e signos sem o exato julgamento das casas é como um homem imprevidente que se abastece de uma variedade de objetos para casa, não tendo lugar para os colocar.

Não há nada que diga respeito à vida do homem neste mundo que de uma forma ou de outra não tenha relação com uma das doze casas do céu e, tal como os doze signos dizem respeito aos diferentes membros do corpo humano, assim também as doze casas representam não só as várias partes do ser humano, mas também os seus atos, qualidade de vida e vivência, e a curiosidade e o critério dos nossos antepassados na astrologia era tal, que deram a cada casa um significado particular, e assim distinguiram os acontecimentos humanos através das doze casas, de forma que àquele que entenda as perguntas pertencentes a cada uma delas não faltarão suficientes bases sobre as quais julgar ou dar uma resposta razoável sobre qualquer eventual incidente e sobre o seu sucesso.

William Lilly, in Astrologia Cristã, e-book, p.50.