segunda-feira, 8 de maio de 2017

Escorpião, por Marcos Monteiro

Signo fixo da água, feminino.

Signos fixos exercem um efeito. Qual é o efeito que Escorpião exerce?

Sendo fria, a água não pode se expandir e dominar, como o fogo. Sendo úmida, ela não pode permanecer em si mesma e transmitir repouso.

O efeito, a impressão da água é tensão. Pensemos na água material. Em Escorpião, ela está reunida em si, parada. Para algo frio exercer algum efeito, tem que ser provocado — algo faz pressão na água. Ela espirra.

A água representa o desejo. Em Câncer, o que você gosta está perto, o que você não gosta está longe. Em Escorpião, o desejo se projeta.

Touro e Escorpião são opostos. Touro significa satisfação, relaxamento, repouso. Escorpião, ao contrário, significa tensão.

É daí que se justifica o animal-símbolo do signo, Escorpião. Ele é a imagem viva do acúmulo de tensão até um máximo insuportável, do alivio momentâneo dessa tensão (o ataque) e da reacúmulo da tensão.

É daí, também, que vem a associação moderna de Escorpião com o sexo — uma associação mais precisa seria com o orgasmo, o êxtase sexual, com sair de si.

A qualidade básica: exploração ou permanência (signo fixo) dos desejos (água).

Imagens escorpioninas: o tigre, o arco-e-flecha, a água-viva, as cobras, o atirador de elite.

Marcos Monteiro, in Introdução à Astrologia Ocidental, Edição do Autor, 2013, p. 91.