segunda-feira, 20 de junho de 2016

A Astrologia e os Eclipses, por Catherine Aubier

O eclipse da Lua acontece quando a Terra se interpõe entre ela e o Sol: a Lua se encontra, então (parcialmente ou totalmente), mergulhada na escuridão, não refletindo mais a luz do Sol. Isso acontece quando a Lua cheia se projeta sobre a eclíptica.

Eclipse do Sol é um termo impróprio: trata-se, na verdade, de um fenômeno de ocultação do Sol pela Lua, provocado pela interposição da Lua diante do disco solar. Como para a Lua, esta ocultação pode ser total ou parcial (ver esquemas). Só acontece quando a Lua nova se projeta na eclíptica.

Os eclipses têm má fama na astrologia tradicional; são considerados, se eles se produzem em conjunção com um ponto sensível do Tema natal, portadores de todo tipo de desgostos. Além disso, nos casos muito raros em que um eclipse acontece no nascimento, ele é considerado como nefasto para a saúde e mais especialmente para a vista.

Na prática, os astrólogos utilizam pouco os eclipses na astrologia individual, mas os utilizam muito na astrologia mundial.