sábado, 25 de junho de 2016

Os Signos. Por Helena Avelar e Luís Ribeiro

O Signo de Carneiro

Elemento: Fogo
Modo: Cardinal
Planeta regente: Marte.
Palavra-chave: "Eu ajo".
Disposição: Iniciar, ser ativo.

Este é o signo onde tudo começa: é o primeiro signo do Zodíaco.
O Carneiro marca o início de um ciclo completo de experiência. Está cheio de energia, vitalidade e força.

O seu principal impulso é direcionado para a ação. O tema do signo tem, por isso, a ver com os inícios, o pioneirismo, a coragem, a vontade de ser o primeiro. A outra face da ação é a luta, o combate e a conquista, estas também características deste signo.

O Fogo, elemento deste signo, confere-lhe a capacidade de expansão, a expressão de vontade e de identidade. Ao associar-se ao Modo Cardinal, toda esta expansão exterioriza-se de modo imediato, rápido, direto.

Por ser Fogo Cardinal, o Carneiro é o signo que mais diretamente se relaciona com o aspecto masculino da personalidade.

Quando o signo de Carneiro está muito acentuado num mapa natal, a necessidade de ação imediata e direta é parte integrante da personalidade.

A expressão é, muitas vezes, competitiva e bélica, mesmo em situações que requerem equilíbrio e diplomacia. Há uma resposta imediata, quase que uma reação às situações, que pode gerar atritos. Longe de serem temidos e evitados, estes atritos são, muitas vezes, desejados e vividos como desafios estimulantes.

A necessidade de ser sempre o primeiro pode levar a grandes vitórias e a importantes empreendimentos. Contudo, é esta mesma necessidade que constitui também um dos seus principais problemas: a sua impaciência leva-o a desvalorizar o que já conquistou, a deixar a meio o que começou. Procura, então, novas conquistas e novas batalhas.

Quando este signo está bloqueado no mapa, pode dar origem à dificuldade de tomar iniciativas, expressar a vontade e ser assertivo.

Como signo complementar ao Carneiro temos a Balança, onde as qualidades de diplomacia, tacto, equilíbrio e consideração aos outros temperam a impulsividade de Carneiro.

O regente de Carneiro é o planeta Marte que, como veremos mais adiante, é o indicador de ação, conquista, iniciativa e movimento.


O Signo de Touro

Elemento: Terra
Modo: Fixo
Planeta regente: Vénus
Palavra-chave: "Eu construo".
Disposição: Suster, ser aquisitivo.

Em Touro, a energia primordial começa a ser estabilizada e toma forma pela primeira vez. O impulso é para a estabilidade, para a vivência do lado "prático" da vida. Todo o tema do signo envolve posses, "lucro" e a segurança que surge da obtenção de um território pessoal e bem definido. Neste contexto, pode surgir um grande apego a formas (de pensar, sentir, objetos materiais, etc.) A outra face deste signo é a inércia, a preguiça, a indolência e a possessividade.

O elemento Terra que caracteriza este signo, confere-lhe o modo de funcionar concreto e prático. Há uma tendência a experimentar do mundo através dos sentidos - saborear, cheirar, sentir, etc. O Modo Fixo aumenta a tendência para a estabilidade e a "estática" associadas ao elemento Terra.

A combinação Terra Fixa exterioriza-se muitas vezes por uma resistência à mudança, forte ênfase no mundo concreto e muita teimosia.

Quando este signo está muito acentuado num mapa natal, existem valores muito concretos e práticos, grande capacidade de trabalho, persistência e paciência. O sentido estético e a sensualidade andam a par: há uma capacidade natural para apreciar a beleza e as "coisas boas" da vida. O exagero destas qualidades pode, contudo, gerar um forte apego à segurança e ao bem-estar, que acentuam a sensualidade de forma pouco saudável, impedem o progresso e estagnam a natural gestão dos recursos.

Quando este signo está de alguma forma bloqueado no mapa, pode haver uma falta de sentido prático, incapacidade de tomar forma ou dar forma; e uma dificuldade em "saborear" a vida.
No signo complementar, Escorpião, vamos encontrar a capacidade de reciclagem da segurança e das posses. A estabilidade de Touro é substituída por uma constante transformação.

O Planeta Vénus, que rege o signo de Touro, dá-lhe capacidade valorativa, capacidade de empatia, e sensibilidade à beleza e à estética.


O Signo de Gêmeos

Elemento: Ar
Modo: Mutável
Planeta regente: Mercúrio
Palavra-chave: "Eu comunico".
Disposição: Transmitir, ser volátil.

Em Gêmeos, vive-se pela primeira vez a dualidade e a comunicação.

O tema do signo é a troca de ideias, a relativização, a compreensão intelectual do meio próximo. A curiosidade e a vontade de comunicar, que estão sempre presentes, transforma-se, por vezes, num "saltitar" nervoso e desgastante.

Por ser o primeiro signo do elemento Ar, Gêmeos representa a comunicação próxima, pessoal e informal, sem grandes pretensões generalistas. O Modo Mutável acrescenta-lhe um toque de "nervosismo", indecisão e versatilidade.

O Ar Mutável confere ao signo de Gêmeos a sua característica vivacidade mental, leveza e capacidade adaptativa.

Quando o signo de Gêmeos está acentuado num mapa natal, toda a personalidade é permeada pela constante necessidade de comunicação, movimento e leveza.

A expressão natural tende a ser rápida, dispersa, juvenil e alegre. Há uma grande acentuação na comunicação verbal e na troca de ideias.

Esta tendência a verbalizar e a "intelectualizar" todos os aspectos da vida pode ser exagerada ao ponto de não deixar espaço para outras formas de estar. Nessa situação, o sentimento, a intuição e até a experiência concreta podem ser relegados para segundo plano.

Quando a vivência intelectual ganha primazia sobre tudo o mais, a capacidade valorativa pode perder-se; surge então a dificuldade em distinguir entre o "bem" e o "mal", entre o "sério" e o "fútil": há uma espécie de postura "amoral", que se recusa a tomar posição pessoal entre o enorme conjunto de conceitos e ideias que vai juntado ao longo das suas vivências quotidianas.

Quando este signo está bloqueado num mapa natal pode representar dificuldades em comunicar no meio próximo e em gerir os conceitos do dia a dia.

O signo complementar dos Gêmeos, o Sagitário, representa o contraponto que faltava: vem dar significado e direção a este mundo de ideias soltas e sem propósito comum.

O regente de Gêmeos é Mercúrio, planeta da comunicação e expressão em geral (em particular na sua forma falada e escrita).


O Signo de Caranguejo

Elemento: Água
Modo: Cardinal
Planeta regente: Lua
Palavra-chave: "Eu alimento".
Disposição: Conter/nutrir, ser defensivo.

No Caranguejo, signo com que se inicia o Verão, surge pela primeira vez a componente emocional. Neste quarto signo, a ênfase está nas qualidades de proteção, acolhimento, sustentação e carinho.

O tema geral do signo é a manutenção de um estado de proteção e segurança que é por vezes pode tornar-se excessivamente receoso e desconfiado.

Este primeiro signo de Água relaciona-se com a expressão primordial dos sentimentos; a emoção é vivida de modo simples, quase infantil. Esta emotividade, contudo, expressa-se através do Modo Cardinal, que lhe acrescenta uma nota de dinamismo e assertividade.

A Água Cardinal revela uma interessante combinação de fragilidade e força: a sua ação, que pode ser muito direta e assertiva, é basicamente motivada pela segurança emocional.

Se o signo de Caranguejo estiver muito destacado num mapa natal, há tendência a pôr as necessidades emocionais pessoais em primeiro lugar, em detrimento de quaisquer outras considerações.

Estas necessidades são, como já foi referido, principalmente direcionadas para a segurança e o conforto. O sentido de família e de "tribo" é muito forte assim como o sentimento de "pertencer" a um determinado grupo com características familiares.

Uma excessiva ênfase de Caranguejo pode indicar uma necessidade de segurança de tal ordem que tudo o mais fica relegado para segundo plano. O resultado extremo desta situação pode ser estreiteza de vistas (dificuldade em pensar para além do ponto de vista pessoal) e uma incapacidade total de responder emocionalmente a pessoas ou situações que não sejam conhecidas ou familiares.

Se houver alguma forma de bloqueio nas energias deste signo, a capacidade de reação emocional pode ser fraca ou estar inibida. Há dificuldade em apreciar um ambiente seguro e familiar e é quase impossível ter o sentimento de pertencer ou "estar em família".

Capricórnio, o signo complementar de Caranguejo, representa a estrutura e a organização necessárias para conter e dar rumo a todo este fluxo emocional.

A Lua, regente de Caranguejo, está ligada à temática do inconsciente, à sensibilidade e à receptividade.


O Signo de Leão

Elemento: Fogo
Modo: Fixo
Planeta regente: Sol
Palavra-chave: "Eu brilho".
Disposição: Exibir, governar.

No pino do Verão o impulso vital iniciado em Carneiro atinge a sua máxima expressão. É a época da realização das promessas iniciadas na Primavera e desenvolvidas ao longo da primeira fase do ano.

Assim, o quinto signo do Zodíaco tem como tema a expressão plena de um potencial. Esta expressão, que geralmente é forte, rica, diversificada e criativa, pode também tornar-se excessiva, descabida e pomposa.

O segundo signo de Fogo representa a expressão criativa da identidade; em vez de uma expressão direta e imediata, como em Carneiro, a identidade procura agora formas únicas, exuberantes e carismáticas de se manifestar. O Modo Fixo vem potenciar esta manifestação, conferindo-lhe força e estabilidade.

Por ser um signo de Fogo Fixo, o Leão corresponde à mais intensa, tenaz e exuberante expressão de identidade.

Se o signo de Leão estiver acentuado num mapa natal, a expressão da personalidade é viva, alegre, generosa e multifacetada. Há uma necessidade constante de enquadrar todas as circunstâncias da vida segundo um referencial próprio, único, pessoal.

Apesar de existir uma autoimagem forte e irradiante, há uma busca constante pela expressão total: o Leão procura no processo criativo o reflexo da sua própria criação - procura descobrir quem em através daquilo que cria.

O excesso de energia leonina num mapa natal é bastante fácil de identificar: a expressão pessoal é tão forte (e por vezes tão exagerada) que raramente permite que qualquer outra se manifeste. Em casos extremos, esta tendência pode chegar ao egocentrismo total, acompanhado de mania das grandezas e pomposidade. Pode haver uma autoimagem exageradamente positiva, levando à total falta de perspectiva do valor próprio e das capacidades pessoais.

Se houver algum bloqueio deste signo, a expressão da identidade pode ficar bastante debilitada; a autoimagem pode ser vaga, fraca ou confusa.

O signo de Aquário, com a sua acentuada consciência de grupo, apresenta o complemento direto à postura egocentrada de Leão.

O signo de Leão é regido pelo Sol, planeta da autoconsciência e da irradiação.


O Signo de Virgem

Elemento: Terra
Modo: Mutável
Planeta regente: Mercúrio
Palavra-chave: "Eu analiso".
Disposição: Analisar, ser discriminativo.

É chegado agora o momento de experimentar, classificar e apurar o sentido do ego, que atingiu o seu máximo desenvolvimento na etapa anterior.

O tema deste signo é a funcionalidade e a visão pragmática, mas também busca da perfeição na forma e o serviço aos outros.

O segundo signo de Terra vai, tal como o primeiro (Touro), experimentar o mundo num nível prático e concreto; contudo, aquilo que no primeiro signo de Terra era vivido como pura sensação passa agora a ser testado, descriminado e qualificado. O Modo Mutável vai conferir vivacidade e mobilidade a este pragmatismo: há uma grande capacidade classificar e apurar tudo o que é experimentado.

A combinação Terra Mutável representa a experiência do concreto; este signo é, por isso, o que melhor representa a eficiência e a capacidade de agir no mundo material.

Se o signo da Virgem estiver forte num mapa natal, a personalidade é naturalmente propensa à busca de perfeição. Todas as ações e empreendimentos estão submetidos a um sentido de propósito prático e de eficiência. Neste sentido, a Virgem (signo de Terra e, portanto, ligado à matéria e à realização concreta), pode chegar à visão da perfeição na forma.

Excesso de energia neste signo poderá levar a uma tão forte preocupação com os detalhes que se perde de vista o foco central. A necessidade de perfeição em todos os aspectos da vida pode envolver e dominar completamente a personalidade, exigindo-lhe esforços constantes e cada vez mais pormenorizados. Este "mergulho" na matéria e nas suas imperfeições leva a um constante criticismo, que pode tornar-se paralisante.

Quando a energia deste signo se encontra debilitada ou bloqueada, a eficiência e capacidade de descriminar pode estar enfraquecida; o trabalho pode ser atabalhoado ou confuso.
O signo complementar, Peixes, representa a capacidade de ver - e de sentir - o Todo, sem se perder em pormenores.

Mercúrio, planeta regente de Virgem, rege também o signo de Gêmeos. Na Virgem, contudo, Mercúrio está mais ligado à capacidade de análise e de raciocínio direto, e não tanto à comunicação e expressão (como em Gêmeos).


O Signo de Balança

Elemento: Ar
Modo: Cardinal
Planeta regente: Vénus
Palavra-chave: "Eu relaciono-me".
Disposição: Equilibrar, ser apreciativo.

Completo que está o primeiro ciclo da experiência humana, surge agora a Balança, signo de relação e equilíbrio. A sua temática, aparentemente ligeira e harmoniosa é, talvez, das mais subtis e complexas: a Balança representa o ponto de equilíbrio entre a perspectiva pessoal e a perspectiva relacional - o Eu perante o Outro.

Balança, segundo signo de Ar, está ligado (tal como Gêmeos) à comunicação e à relativização.

Contudo a comunicação rápida e a atenção "saltitante" de Gêmeos dá agora lugar a uma ponderação diplomática e à atenção ao outro. O Modo Cardinal confere uma boa dose de assertividade e esta dinâmica, de que outra forma poderia ser algo incaracterística.

O Ar Cardinal apresenta, assim, uma curiosa mescla de indecisão e assertividade, hesitação e força, indecisão e focagem.

Balança representa a passagem da esfera pessoal à esfera relacional. O eu, que já vivenciou um vasto leque de experiências, procura agora definir-se em relação ao outro (parceiro) e aos outros (meio social).

Esta busca de parceria traduz-se, na maior parte dos casos, por uma capacidade de "funcionar" com naturalidade e elegância nos meios mais diversos, aptidão espontânea para negociar situações de forma diplomática e um grande sentido estético.

Como a afirmação pessoal cede facilmente lugar à relação, pode haver alguma dificuldade com o conceito de independência (só existe em relação a alguém).

O excesso de energia em Balança pode assumir formas um tanto contraditórias. Por um lado, há grande indecisão nas escolhas pessoais, o que leva à dependência da aprovação e da iniciativa dos outros. Por outro lado, podem surgir inesperados "picos" de assertividade, em que se tomam súbitas decisões, seguidas de esforços ativos para levar os outros a apoiar e acompanhar essas escolhas.

Se este signo estiver de bloqueado num mapa natal, a capacidade negociar situações e de entrar em sintonia com os outros está debilitada. O mesmo pode acontecer com o sentido estético e a capacidade de se sentir à vontade em diferentes meios sociais.

O Carneiro, com o característico sentido de individualidade, assertividade, independência e pioneirismo, vem complementar a diplomacia, hesitação e necessidade de equilíbrio da Balança.

Vénus, o planeta regente de Balança, rege também o Touro. Em Balança, a valorização, empatia, e sensibilidade estética de Vénus manifestam-se mais no plano das ideias e conceitos do que no mundo dos sentidos (como acontece em Touro).


O Signo de Escorpião

Elemento: Água
Modo: Fixo
Planeta regente: Marte (Plutão)
Palavra-chave: "Eu transformo-me".
Disposição: Escrutinar, ser intenso.

Este signo representa uma fase de morte e transformação que deverá ser intensamente vivenciada, para dar lugar à última etapa do ciclo. O seu tema, muitas vezes mal entendido, é a mudança profunda e definitiva. Esta mudança é quase sempre temida e evitada a todo o custo: só acontece após uma luta demorada e por vezes dolorosa.

Neste segundo signo de Água, a vivência dos sentimentos é intensa, profunda e, muitas vezes, inconsciente. Os sentimentos "infantis" do Caranguejo, dão agora lugar a uma expressão mais interiorizada e secreta, com um toque de imposição e extremismo. O Modo Fixo vem acrescentar a esta intensidade emocional uma grande tenacidade, bem como uma necessidade de continuidade e segurança.

A Água Fixa de Escorpião é a que mais se apega aos sentimentos, procurando segurança, mas é também a que tem maior capacidade de transformá-los.

Quando o signo de Escorpião está acentuado num mapa natal, toda expressão da personalidade é permeada por uma forte intensidade. Existe carisma, poder de sedução e capacidade de descobrir as motivações ocultas nos outros. Numa primeira fase, estas capacidades podem ser usadas de forma defensiva e algo manipuladora, tendo em vista a preservação emocional. Quando se atinge uma certa maturidade interior, estas mesmas características tornam-se os principais auxiliares da transformação.

Quando o Escorpião compreende que não tem de estar sempre a defender-se, inicia a verdadeira descoberta de si mesmo: um ser em permanente mudança.

Uma excessiva ênfase de energia escorpiônica num mapa natal pode indicar uma emocionalidade imperativa, presa de motivações inconscientes. O mal-estar interior pode ser tão forte que se torna incomodativo não apenas para a própria pessoa, mas para as demais - esta situação pode complicar-se ainda mais se todas as partes se mantiverem inconscientes do processo.

O bloqueio destas energias pode indicar dificuldade em transformar-se. Pode haver uma espécie de apatia ou estagnação emocional: como não têm capacidade de se regenerar, os sentimentos não têm poder transformativo.

Touro, o signo complementar, representa a capacidade de manter, estabilizar e construir, dando assim sentido à morte e transformação escorpiônica.

Escorpião tem o mesmo planeta regente que Carneiro: Marte, planeta do guerreiro, da ação e da luta. No primeiro signo do Zodíaco, esta luta é projetada para o exterior e vivida "às claras"; em Escorpião, contudo, a luta torna-se interior, secreta e por vezes inconsciente - o guerreiro é aqui levado a confrontar e a transformar os seus demônios interiores. Alguns astrólogos atuais atribuem a regência deste signo a Plutão, planeta associado à morte e à transformação.


O Signo de Sagitário

Elemento: Fogo
Modo: Mutável
Planeta regente: Júpiter
Palavra-chave: "Eu busco".
Disposição: Estender, ser explorador.

O nono signo transporta consigo uma mudança de fase. Após os dolorosos processos transformativos vivenciados em Escorpião, a necessidade de sentido e de propósito torna-se o foco principal.

O terceiro signo de Fogo volta a viver a temática da identidade. Já não se trata, contudo, da expressão imediata de Carneiro, nem da expressão exuberante de Leão; O Fogo de Sagitário traz consigo a busca - não da identidade - mas do significado dessa identidade. É um fogo de aventura e procura. O Modo Mutável traz versatilidade, mobilidade e vivacidade a esta busca.

A combinação Fogo Mutável indica uma identidade que se experimenta e descobre através de um referencial sempre em expansão.

Sagitário é um signo que se expressa através de um ideal ou padrão ideológico -existe sempre um referencial filosófico e ético que serve de linha condutora.

A faceta exuberante (característica dos signos de Fogo) é muito marcante. Expressa-se geralmente em forma de popularidade, expansividade e "à vontade" em todas as situações. A jovialidade e optimismo estão muito presentes, assim como um natural sentido de ética e retidão.

Se este signo estiver demasiado acentuado num mapa natal, esta exuberância torna-se exagerada, chegando mesmo a superar as referências éticas e gerando um comportamento "amoral": vive segundo conceitos de moralidade próprios e mutáveis de acordo com as circunstâncias. Em casos extremos, coloca-se na posição de juiz, condenando tudo o que não se enquadre no seu critério "moralista" mas, ao mesmo tempo, considerando-se acima da lei.

Pode ser fanático nas suas crenças ou atitudes e ter a tentação de impor aos outros esses pontos de vista.

Um bloqueio das energias sagitarianas implica uma falta de direcionamento e de sentido na existência. O optimismo é fraco, assim como a fé nos sonhos e ideais. Há dificuldade em viver o aspecto lúdico, divertido e aventureiro da vida.

O signo complementar, Gêmeos, age aqui como a capacidade de relativizar todas e qualquer crença ou ideologia: mostra a outra face e põe as situações na devida perspectiva.

Júpiter, planeta regente de Sagitário, representa a capacidade de expansão, fé e espírito de aventura; é também o significador dos padrões morais e éticos que predominam este signo.


O Signo de Capricórnio

Elemento: Terra
Modo: Cardinal
Planeta regente: Saturno
Palavra-chave: "Eu estruturo".
Disposição: Construir, ser estratega.

É agora chegada a altura de focar todas as energias rumo a uma meta. O tema deste signo a concentração de esforços tendo em vista a realização de objetivos concretos. Esta concentração leva à conquista de grandes metas mas pode também transformar-se em ambição exagerada.

O terceiro signo de Terra está, tal como os outros signos do mesmo elemento, ligado à vivência do mundo concreto mas, desta vez, a tônica é colectiva, social. Aquilo que em Touro foi vivido a nível pessoal (como experiência sensorial) e em Virgem foi qualificado (como experiência funcional) vai ser agora empregue para fins colectivos (como experiência social).

O Modo Cardinal confere a esta vivência uma tônica de ação e assertividade.

A Terra Cardinal de Capricórnio reúne, assim, as qualidades necessárias para a concretização direta e ativa de objetivos concretos.

Quando o signo de Capricórnio está acentuado num mapa natal, há a tendência para encarar a vida como se se tratasse de uma escalada: a abordagem é séria, estratégica, ambiciosa e programada.

A atitude geral pode ser muito simples, despojada, quase espartana: a simplicidade concentra esforços, evita dispersões de energia e mantém o foco nos objectivos previamente definidos.

Estes são, geralmente, de carácter concreto e exterior: situação econômica e social, carreira, etc. Contudo, a tendência inata ao despojamento pode levá-lo (em geral na maturidade) a desinteressar-se do que alcançou, virando-se para a sua vida interior, que é reservada, quase secreta, mas também muito rica e intensa.

Excesso de energia capricorniana sugere que os aspectos sociais e exteriores da vida deixam pouco espaço para o sentimento. A tristeza e (em casos extremos) a depressão ameaçam instalar-se. A tendência será a procurar compensações materiais para uma emocionalidade carente, imatura e, muitas vezes, inconsciente.

Se as energias deste signo estiverem bloqueadas, pode haver falta de ambição social e dificuldade em estruturar a vida em função de objetivos concretos.

O signo complementar, Caranguejo, representa aqui as necessidades emocionais, a segurança da intimidade, que o Capricórnio tende a esquecer, na sua escalada rumo a metas exteriores (sociais).

O regente de Capricórnio, Saturno, é o planeta do Tempo e das dificuldades, mas também da maturidade e da Sabedoria.


O Signo de Aquário


Elemento: Ar
Modo: Fixo
Planeta regente: Urano (Saturno)
Palavra-chave: "Eu globalizo".
Disposição: Inovar, ser observador.

Atingidas que estão as metas pessoais, é agora o momento de levar em contra as necessidades e anseios comuns a toda a Humanidade.

O tema geral do Aquário é o da comunicação grupal das correntes ideológicas e comunitárias. Esta tendência generalizante, contudo, corre o risco de se tornar excessivamente desprendida, excêntrica e distanciada da realidade.

Em Aquário, terceiro signo do Ar, a comunicação e a troca de ideias ganham uma dimensão global. Para além da curiosidade despreocupada e informal (Gêmeos) e da ponderação diplomática dos relacionamentos (Balança), temos agora a constante busca por novos conceitos, mais abrangentes e expansivos. O Modo Fixo acrescenta uma nota de estabilidade e persistência a esta busca.

O Ar Fixo de Aquário está, portanto, equipado para estabelecer e seguir uma linha de pensamento impessoal, tendo em vista a liberdade e o bem comum.

Quando o signo de Aquário está acentuado num mapa natal, toda a personalidade ganha uma expressão viva, eléctrica e original. A forma de estar é cooperativa, idealista e dinâmica, um pouco avessa a exibições emocionais mas, ainda assim, solidária e prestativa.

O indivíduo parece responder a estímulos e apelos diferentes dos demais. Pode haver muito interesse pelo futuro, em especial pelo progresso ideológico e tecnológico. É possível que exista um equilíbrio dinâmico entre a necessidade de ser único e a preocupação com os interesses e direitos da comunidade, entre a necessidade de liberdade pessoal e o empenho por causas comuns.

Um excesso de energia aquariana poderá levar a uma postura excêntrica, teimosa e rebelde, completamente inadequada à cooperação grupal. A necessidade de ser diferente e "livre" sobrepõe-se a tudo, gerando comportamentos de excentricidade gratuita e irresponsável. Podem estar presentes algumas dificuldades emocionais, prontamente disfarçadas por uma capa de desprendimento intelectual e pretenso individualismo.

Com um bloqueio das energias do signo de Aquário, a dificuldade está em viver a liberdade pessoal e a interação grupal como elementos da vida quotidiana. Pode haver uma situação de conformismo, em que se abafam as capacidades pessoais, seguida de momentos de revolta súbita e inconsequente.

Leão, o signo complementar de Aquário, vem acrescentar uma nota de individualidade e expressão pessoal a esta tônica grupal. A vivência do "Nós" equilibra-se com a expressão do "Eu".

Muitos astrólogos consideram que o atual regente de Aquário é Urano, um dos "planetas modernos". Urano tem a ver com tudo o que é novo, imprevisto, progressista, rebelde e revolucionário. Na Antiguidade a regência deste signo estava atribuída a Saturno.


O Signo de Peixes

Elemento: Água
Modo: Mutável
Planeta regente: Júpiter (Neptuno)
Palavra-chave: "Eu redimo".
Disposição: Fundir, ser impressionável.

Chegamos agora ao final de um ciclo. É tempo de sentir todas as experiências anteriores, redimir o que tem significado e, ao fazê-lo, formar a semente do ciclo futuro. O tema dos Peixes é o da síntese emocional de toda a gama de experiências humanas. Esta síntese pode ser muito abrangente, criativa e inspirada mas também pode cair no caos, na falta de sentido e na perda de identidade.

Peixes é o terceiro signo de Água, representando, por isso, a totalidade dos sentimentos colectivos. Da sentimentalidade simples do Caranguejo passamos à expressão intensa de Escorpião e chegamos agora a um sentir total, globalizante, indiferenciado. O Modo Mutável vem acrescer a esta globalidade mais uma nota de variedade, dispersão e mudança.

A Água Mutável dos Peixes representa a maior capacidade de percepção sensível do Todo: é o sentir mais abrangente, o único capaz de abarcar toda a experiência emocional humana.

Quando o signo de Peixes está muito acentuado num mapa natal, a expressão pessoal tende a ser interessante e criativa, mas também vaga e dispersa. A pessoa parece responder a estímulos diferentes e reagir em tempos diferentes dos outros. Estes estímulos, por vezes inconscientes, são de carácter emocional (no signo anterior, Aquário, os estímulos eram mentais).

Excesso de energia pisciana pode levar a uma indefinição da identidade. Esta poderá ficar "à mercê" dos sentimentos e ilusões do colectivo. O indivíduo pode ser de tal forma sensível aos outros que perde a noção dos limites pessoais, tornando-se caótico, dependente e pouco funcional.

Se houver um bloqueio destas energias, pode verificar-se alguma dificuldade tornar-se sensível ao colectivo (a nível emotivo).

Virgem, o signo complementar, vem colocar uma nota de definição, lucidez e eficiência na sensibilidade e criatividade de Peixes.

Júpiter, o planeta regente de Peixes, rege também o Sagitário. A capacidade de expansão e de fé (que em Sagitário estava dirigida para a ação e para o exterior) torna-se em Peixes interiorizada e meditativa. Alguns astrólogos atuais atribuem a regência de Peixes a Neptuno, planeta da universalidade, sonhos e ilusões.