sexta-feira, 24 de junho de 2016

Frustração, por Catherine Aubier

É essencialmente indicada pelos aspectos de Saturno. As dissonâncias Sol-Saturno revelam frequentemente uma educação sufocante e rígida, com um pai severo e frio (ou francamente ausente), cuja autoridade dá origem a mecanismos de inibição, de culpa e até à sensação de fracasso. As dissonâncias Lua-Saturno traem uma frustração ligada geralmente à infância ou às relações com a mãe; daí a pessoa recorrer a comportamentos de compensação: avidez, ciúme. Outros tipos de reação: melancolia, traumatismo de abandono, impossibilidade de admitir os afastamentos e as separações.

Dissonâncias Vênus-Saturno: possessividade, um exclusivismo que pode conduzir à paixão masoquista ou ao sufocamento puro e simples de toda a vida emocional.

Dissonâncias Júpiter-Saturno: trata-se de dois princípios diametralmente opostos; os poderes de dilatação e de expansão (Júpiter) estão em conflito direto com as forças de inibição e de retração (Saturno). Uma tal antinomia só pode conduzir a um sentimento de insatisfação crônica.