quinta-feira, 23 de junho de 2016

A Família, por Catherine Aubier

A vida familiar corresponde à casa IV, cuja ponta (ou cúspide) chama-se Fundo do Céu, e designa em um Tema o nadir, diametralmente oposto ao zênite, ou Meio do Céu.

Existe uma afinidade essencial entre esta casa IV e Câncer (quarto signo do zodíaco), que exprime todos os valores maternos, nutrientes e protetores.

No plano familiar, é preciso examinar os planetas que ocupam esse setor e paralelamente a posição do regente da IV; uma casa IV ocupada por Vênus ou Júpiter será sinônimo de lar caloroso e harmonioso — com a condição de que esses astros estejam bem aspectados.

Em compensação, a presença de Marte ou Urano talvez torne sombrias as relações familiares, provocando conflitos e separações. A de Saturno indica solidão, vivida de modo subjetivo. É a "situação de órfão".

Por fim, é a Lua que está tradicionalmente em analogia com a família. Sua posição nos signos e nas casas, seus aspectos, podem determinar o modo como a pessoa vive suas relações familiares.