segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Astrologia e Elementos Dominantes (dois a dois), por Stephen Arroyo


Predominância dos Elementos: Terra e Ar.

As pessoas que apresentam predominância dos elementos ar e terra em seu Mapa Natal, não apresentam tanto conflito como pode parecer a princípio, embora possa haver um impulso alternativo entre as orientações abstrato-conceitual e eficiente-prática. Isso acontece porque os signos de ar e de terra são regidos pelos mesmos planetas, portanto, são coloridos com alguns dos mesmos valores, qualidades e modo de operação. Deve ser compreendido, porém, que a compatibilidade é maior quando se trata de mapas de pessoas distintas onde predominam, numa o ar e na outra a terra, do que no Mapa Natal de uma pessoa.

Esses elementos são energias incompatíveis no seu modo real de expressão, mas as suas afinações particulares podem ser consideradas complementares. Quando tais energias estão concentradas no indivíduo, ele é capaz de combinar a percepção intelectual e conceitual numa afinação prática com os objetivos concretos. Pode, portanto, ter um alicerce prático sobre o qual seus ideais estão baseados e ter uma perspectiva particularmente inovadora no que se refere a realizar as coisas do mundo material.

Este tipo de pessoa é dado à reflexão prévia, à imparcialidade, à inteligência prática e à lógica bastante fria. O impulso ou o emocionalismo não fazem parte do seu jeito e amiúde, desconfia daqueles que exemplificam tais qualidades. É uma excelente combinação para os negócios, o trabalho de organização e outros tipos de trabalho que exigem muito do intelecto.

Muitos burocratas realizados têm esta combinação. pois são capazes de lidar com uma abundância de detalhes concretos sem que isso faça com que se sintam esmagados pelas exigências feitas ao seu sistema nervoso.


Predominância dos Elementos: Terra e Água

Quem tem ênfase exagerada nos elementos terra e água geralmente é profundamente sagaz. Outras características são a gravidade e a autoproteção em todas as atividades. Essas pessoas geralmente trabalham com afinco e, de fato, não se sentem bem se não estão suportando algum fardo, quer emocionalmente, quer no seu trabalho cotidiano. Têm muita consciência das necessidades de sobrevivência, de segurança e da confiança que os outros depositam na sua solidez e no seu engenho. Assim sendo, grande parte da energia delas é utilizada no esforço para manter os seus recursos e no grande apego ao dinheiro, às propriedades, ao emprego e às crianças, o que faz com que daí resultem outros fatores de segurança. Têm força para suportar e habilidades para sobreviver a qualquer calamidade. Seu apego à segurança e a valores tradicionais amiúde é manifestado na forte devoção à família, ao lar e às responsabilidades.

O lado problemático deste tipo pode ser compreendido quando se percebe que tais pessoas são motivadas principalmente por sentimentos, por temores, por hábitos e condicionamentos do passado, por necessidades de segurança, fazendo com que se apeguem demasiadamente ao passado e tenham medo do presente e do futuro. Há, com freqüência, uma falta vital de idéias, de fé e de pensamento positivo, e as faculdades intelectuais e de comunicação dessas pessoas geralmente são pouco desenvolvidas. No melhor dos casos, tal tipo está assentado na realidade do aqui e agora, da experiência cotidiana, e enfrenta as coisas com grande determinação e força interior. No pior dos casos, podem ser pessoas mesquinhas, manipulativas, gananciosas e, no fim das contas, profundamente frustradas na sua necessidade de assumir algum risco para favorecer seu próprio progresso.

Predominância dos Elementos: Fogo e Terra

A ênfase nos elementos terra e fogo é denominada pela astróloga americana Zipporah Dobyns, de rolo compressor. Ela diz ser esta a mais criativa e produtiva das combinações, tendo a iniciativa e a criatividade do fogo e a praticidade e o desejo veemente de produzir algo tangível. Esta combinação, segundo Dra. Dobyns, tem um impacto sobre o mundo e ainda está caminhando quando todos os outros estão caindo à beira da estrada. É uma descrição acurada da interação desses dois elementos, pois a terra dá o poder de sustentação para o impulso de autoexpressão representado pelo fogo. Há, também, nessas pessoas, uma base prática que elas usam para testar suas inspirações, para ver se seu gasto de energia é potencialmente produtivo. Elas, portanto, têm a capacidade de conservar e dirigir sua boa vitalidade e canalizar seus entusiasmos no sentido de ambições específicas. A afinação com a terra dá ao fogo paciência e disciplina, enquanto o fogo dá confiança e a fé espontânea que a terra não possui. Essas pessoas, geralmente, adoram trabalhar pois sentem grande satisfação ao ver os efeitos de sua energia manifestados no mundo.

Na combinação terra-fogo, freqüentemente há um delicado equilíbrio entre egocentrismo e humildade, entre generosidade e conservadorismo. Tais pessoas geralmente sentem-se felizes quando enfrentam os desafios do mundo exterior por sua própria conta, mais do que confiando nos papéis sociais estabelecidos ou padrões educacionais, para chegar ao sucesso. O problema principal desta combinação é uma certa rudeza e insensibilidade. Os "rolos compressores" não refletem a respeito de si mesmos e nem são particularmente cuidadosos com respeito a quem irão esmagar nos seus esforços para chegar aonde querem. Por isso, fariam bem se dessem maior atenção aos aspectos mais sutis da vida, aos seus ideais e valores. Tão logo esta energia é derramada a serviço de outros e dirigida com total consideração pelas implicações das suas ações, a pessoa pode manifestar, ativamente, um poderoso amor através do equilíbrio, da segurança e da produtividade.

Predominância dos Elementos: Fogo e Ar

Quem tem ênfase dos elementos fogo e ar, no melhor dos casos, representa um tipo idealista, cheio de aspirações, que pensa positivamente e cujas intenções e motivos estão acima da crítica. Entretanto, sua maneira de abordar a vida não é de todo realista e amiúde descobre que precisa aprender sobre o lado sombrio da vida por meio de experiências difíceis e de desilusões. Freqüentemente negligencia as próprias necessidades e sentimentos que poderiam trazer maior estabilidade e força interior. Contudo, muitas vezes se encaminha (como uma forma de compensação) para o estudo dos problemas do inconsciente, dos problemas emocionais e de como cuidar das necessidades físicas. Trata-se de um passo marcante no seu progresso rumo a uma maneira mais compreensiva de viver.

Existe uma grande habilidade para por suas próprias idéias em ação e capacidade para conquistar uma perspectiva sobre o significado e as implicações de suas próprias ações. O perigo com esta ênfase é mergulhar demais nos próprios pensamentos e aspirações, e por isso desdenhar a profundidade emocional e as necessidades físicas.

Essa ênfase traz um agudo senso de humor, uma maneira otimista de encarar a vida e, amiúde, por uma notável habilidade verbal. No melhor dos casos, é uma combinação excepcionalmente criativa, que harmoniza as idéias, as inspirações e os planos com a habilidade e a energia para executá-los. Há dificuldade, entretanto, em fazer com que as coisas se concretizem realmente, isso vem de um não assentamento no chão firme, pois, antes, prefere ficar bem no alto, elevando-se acima das obrigações mais mundanas e de enfrentar as responsabilidades, as necessidades emocionais e o trabalho constante. Por isso mesmo, pode espalhar sua energia e se expandir exageradamente, até que esta seja consumida e venha uma pesada exaustão física e mental. A falta de profundidade e sustentação faz com que seja difícil recarregar as baterias no esforço de recuperação das tensões cotidianas. As qualidades rejuvenescedoras e curativas da terra e da água estão faltando, portanto, há necessidade de compreender que não pode derramar energias, sem reserva, sem ao mesmo tempo entrar em sintonia com seus recursos mais profundos, se quiser evitar um estado de esgotamento constante.

Ênfase nos Elementos: Fogo e Água

As pessoas que apresentam predominância dos elementos fogo e água costumam expressar tudo emocionalmente, excitadamente e de forma absolutamente impulsiva. Muitas vezes há falta de lógica, de pensamento e de procedimentos sistemáticos, com uma conseqüente intranqüilidade e predisposição subjetiva. É uma combinação de intensidade e extremos emocionais, e tais pessoas são muito sensíveis àquilo que os outros pensam a respeito delas. Tendem a ser egoístas e demonstram uma acentuada falta de autocontrole. Essa falta de controle, ou de disciplina leva, em muitos casos, a mudanças de humor extremamente graves. Essas pessoas funcionam num estado de alta pressão e, como de regra, têm um desempenho melhor quando são desafiadas por circunstâncias exteriores. Embora possa haver um conflito entre liberdade e devoção, entre aquisições futuras e necessidades de segurança, entre egoísmo e desprendimento, esta combinação faz com que as pessoas temperem o seu entusiasmo com a sensibilidade e expressem, de maneira direta, o que sentem pelos outros. Nessas pessoas normalmente há uma simplicidade de maneiras e uma qualidade revigorante e encorajadora. No pior dos casos, tal tipo é explosivamente imprevisível, dado a alternativas de inspiração e de frustração profunda. No melhor dos casos, são afetuosos e protetores no trato com os outros. É, com freqüência, uma boa combinação para atividade ligadas a entretenimentos, pois essas pessoas são capazes de temperar suas atividades promocionais com prudência e projetar seus sentimentos com convincente envolvimento.

Predominância dos Elementos: Ar e Água

A predominância dos elementos ar e água no Mapa Natal leva a pessoa a sentir-se arrastada entre orientações intelectuais e emocionais, tal combinação pode, na melhor das hipóteses, produzir pessoas que estão sintonizadas com ambos os reinos de experiência.

Nem o mundo abstrato e nem o mundo sensível intuitivo lhe são estranhos, e por essa razão esta pessoa passa a ser capaz de dar profundidade às suas idéias e pode ver os seus próprios sentimentos e anseios mais profundos com imparcialidade e perspectiva. Embora seja a mais sensível de todas as combinações (tanto física como psicologicamente) e embora esta sensibilidade possa levar o indivíduo a ser um sonhador, um fugitivo da realidade ou um descontente inclinado para a fantasia, nem sempre a sensibilidade leva a melhor.

A pessoa tem, principalmente, uma imaginação espantosamente fértil, capacidades genuinamente criativas em todas as artes e ciências, com habilidades especiais para lidar com pessoas em todas as artes de orientação para a cura. A qualidade usada em todos esses campos é a de entrar em sintonia com as percepções mais sutis do inconsciente e ser capaz de expressá-las concisamente.