terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Astrologia e Espírito Científico (Catherine Aubier)

Os aspectos Mercúrio-Saturno são aqui determinantes e devem ocupar uma posição particularmente poderosa no Tema, pela atuação de regências ou angularidades.

Os signos correspondem não só a certas formas de ciências, mas também a certos tipos de pesquisadores. Por exemplo, Câncer liga-se à genética, Virgem à história natural e ao estudo do infinitamente pequeno, Aquário à cibernética, à informática, às viagens interestelares, Peixes à astrofísica e ao estudo do infinitamente grande. Capricórnio pode ser associado à matemática pura.

No plano humano, há o sábio lunar, distraído e sonhador, à maneira de Einstein, o sábio saturnino, rigoroso, solitário, misantropo, o sábio uraniano, tipo próprio do aprendiz de feiticeiro, etc.

Com Escorpião, que vibra ao remexer mistérios mais obscuros, ao penetrar no âmago da realidade, a pesquisa não cai no irracional. Quanto a Sagitário, obcecado pelo além e por outros lugares, toma freqüentemente o irracional como hipótese de origem.