sábado, 5 de fevereiro de 2011

Plutão em Trânsito na Casa 1 Natal – A perda da identidade


Como o Ascendente representa os novos começos ou onde são colocadas as forças na vida, este trânsito simboliza uma lenta transformação, porém sem pausa, da personalidade. Tende a desenvolver a consciência de si e desta maneira ensina a ter mais controle sobre os impulsos inconscientes ou as compulsões que em tempos passados manipularam a vida da pessoa.

Com este trânsito gera-se mais força de vontade e poder de determinação, com o qual se melhora todos os níveis. Como Plutão não tem meio termo e tende conduzir a extremos, existem duas possibilidades:

1) De um ponto de vista positivo, criar uma autoanálise crítica com a possibilidade de mudar; ou

2) De um ponto de vista mais negativo, transformar o desejo natural de querer ter mais poder pessoal e autoridade em atitudes dominadoras, ditatoriais francamente radicais e obsessivas.

Este é um período favorável para as práticas espirituais ou para aprofundar o estudo sobre o yoga, ocultismo ou astrologia. Às vezes, a pessoa pode sentir-se só, ainda que cercada de muitos, porque esta energia se volta para dentro do propósito de realizar uma avaliação de si, tendo assim uma atitude mais contemplativa e nem sempre atuando com espontaneidade a respeito dos demais.