quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Astrologia e Infidelidade (Catherine Aubier)


Aqueles que sucumbem à tentação de enganar seu cônjuge apresentam, em geral, em seu Tema natal, uma estrutura afetiva ambígua ou contraditória. Neste plano, as oposições ou quadraturas entre Vênus e Netuno e entre Vênus e Júpiter, ou a oposição Lua-Vênus, são particularmente significativas.

A angularidade de Vênus com o Ascendente ou o Descendente que amplia a afetividade deve igualmente ser considerada.

O mesmo acontece com a presença de Vênus e do Sol (em um Tema feminino) e de Vênus ou da Lua (em um Tema masculino) em Gêmeos, e, de modo menos intenso, em Escorpião, Sagitário, Aquário ou Peixes, signos que, por diversas razões, são mais vulneráveis às tentações. Convém, todavia, distinguir entre a infidelidade crônica e o adultério acidental ou excepcional. Nesse caso, é inútil pesquisar no Tema uma tendência ao adultério: trata-se antes de um trânsito que vem perturbar a vivência afetiva (Urano em aspecto com Vênus, por exemplo).