sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Os Signos e os Elementos (*)

Os elementos de um signo representam a forma como a energia dele se manifesta. Associando os signos a personagens de uma peça, os 4 elementos nos dariam o temperamento dos personagens:

os esquentadinhos (fogo)
os práticos (terra)
os intelectuais (ar)
os emocionais (água)


Signos de fogo (Áries, Leão, sagitário)

Estes signos são ardentes, cheios de energia, e entusiasmo, espontâneos, individualistas e autoconfiantes.

Gostam geralmente de esportes e têm temperamento aventureiro. O lado mais negativo seria o egoísmo e egocentrismo, autoritarismo, pouca paciência e a tendência a agir sem pensar. Como o fogo de uma fagulha pode causar um incêndio, assim é o entusiasmo do fogo, que é contagioso, não só tomando conta de nós, mas também das pessoas ao nosso redor. Se você observar, vai ver que os líderes que guiam, que inspiram as massas, tem os traços associados a este elemento bem desenvolvidos. O entusiasmo do fogo nos faz levantar mesmo nos momentos mais difíceis. O fogo também, por suas características egoístas e autoconfiantes nos empurra para fazermos o que queremos, sem se importar, sem dar importância ao que os outros vão dizer. Aliás, a expressão livre, desinibida e plena da nossa personalidade, é um dos pontos chaves deste elemento que é também muito necessário para nos recuperarmos mais rápido dos males físicos, mentais e emocionais. Pessoas pouco ligadas a este elemento podem ser desanimadas, sem entusiasmo, inexpressivas e ter dificuldades de expressar e desenvolver sua personalidade. Pode ser que atinjam o sucesso graças a capacidade de raciocínio (ar), intuição (água) e a capacidade de trabalhar duro (terra), mas sem dúvida, carecem da vitalidade conferida por este elemento. Pessoas muito ligadas a este elemento, tendem a levar suas características aos extremos, podendo ser intrépidas, egoístas e incapazes de enxergar as necessidades dos outros e por causa disso quase sempre fazem inimigos pelos motivos mais bobos, quase sempre trocando os pés pelas mãos.

O fogo quando fora de controle destrói tudo ao seu redor.


Signos da Terra (touro, Virgem e capricórnio)

Estes signos são práticos, realistas, sensatos. Têm os pés no chão. São prudentes, trabalhadores, conservadores, sensuais. Buscam conforto e segurança material, mas também podem ser materialistas, interesseiros e céticos.

O elemento terra está associado ao corpo físico e ao mundo material. É por meio dele que entramos em contato com o nosso corpo. É por meio dos cinco sentidos que experimentamos o prazer e a dor e entramos em contato com o mundo material. É por isso que este elemento está mais ligado aos sentidos que os outros três.

A terra dá sustento a tudo que existe e esse elemento é necessário para dar sustento e forma ao que nós queremos. A terra põe os nossos pés no chão, tornando nossas expectativas realistas. Ela nos ajuda a ter paciência, principalmente com os pequenos detalhes e nossas tarefas rotineiras. Nos dá senso de responsabilidade, capacidade de esperar até que o nosso trabalho renda frutos.

As pessoas pouco ligadas a este elemento têm dificuldades de traçar metas, de discriminar o que é importante do que não importa. Podem ter dificuldades para lidar com dinheiro. Como não gostam e não têm paciência de lidar com coisas chatas, elas podem ter dificuldade de terminarem suas tarefas e assim podem ser irresponsáveis e terem dificuldade em conseguir o sucesso mundano (a não ser, que explorem os outros), já que dificilmente terminam seus projetos.

Já as pessoas que são muito ligadas a este elemento são muito materialistas. Tem pouca imaginação e criatividade pois estão presas demais ao lado material. Como precisam ver pra crer, são muito céticas e podem se preocupar demais com as convenções sociais. São conservadoras e rígidas, podendo ser consideradas chatas e caretas.


Signos do Ar (gêmeos, libra e aquário)

Estes signos têm uma forte necessidade de se comunicar e se relacionar com os outros. São intelectuais.

Estão abertos pra novas idéias, são idealistas, lógicos e costumam ter uma capacidade intelectual desenvolvida. Mas também podem ser frios, vivendo mais no âmbito das idéias.

É por meio do ar, que desenvolvemos nosso intelecto, que entendemos conceitos abstratos, que nos comunicamos. Os signos de ar estão sempre em oposição aos signos de fogo. Enquanto o fogo é insensível aos outros, o ar é o elemento que nos lembra que não vivemos sós, que fazemos parte de um grupo e de uma comunidade e que é necessário para o nosso desenvolvimento e movimentação dentro deles, sabermos nos comunicar e relacionar com os outros; que é necessário aprender e transmitir o que aprendemos aos outros, porque o desenvolvimento do nosso grupo também importa no nosso desenvolvimento.

Enquanto o entusiasmo do fogo fácil se espalha, como também fácil se extingue, o ar circunda tudo o que existe. Nós o aspiramos pra dentro de nós e de forma tão natural, que nem nos damos conta que ele existe. Este simbolismo nos dá uma idéia da sutileza, mas também da força do mundo das idéias e conceitos representado por este elemento.

Uma idéia preconceituosa pode nos dominar sem nem nos darmos conta do seu poder sobre nós.

Por isso uma idéia bem colocada pode ter um poder maior. Basta observar o poder dos meios de comunicação de massa. Por isso o ar tem um poder maior de formar opiniões do que os outros três elementos. As pessoas pouco ligadas a este elemento podem ter dificuldade em se comunicar, em aprender conceitos abstratos, em se relacionar, em parar para pensar fria e logicamente, sendo levada por suas paixões (fogo), emoções (água) e necessidade de segurança material (terra), como têm dificuldade de se comunicar e aprender, poderá ser alguém muito solitário, mesmo que conviva com muitas pessoas, já que a interação com os outros estará prejudicada.

Como o ar tende a vivenciar as coisas primeiro na mente, para depois colocá-las em prática, muitas vezes passa a impressão de fazerem as coisas com uma rapidez e desembaraço impressionáveis, mas essa mesma tendência nas pessoas muito ligadas a este elemento, podem levá-las a inércia no mundo externo, já que preferem viver no mundo das idéias, achando, que um bom pensamento vale mais que uma boa ação, como os intelectuais, que vivem pensando muito, mas realizando pouco.


Signos de Água (câncer, escorpião e peixes)

Estes signos possuem uma forte intensidade emocional, sensibilidade, necessidade de dar apoio e cuidar dos outros. Tem intuição em profundidade. Podem ser auto-indulgentes, auto-piedosos e indecisos.

Este elemento está associado ao inconsciente, porque é por meio dele que entramos em contato com a nossa natureza espiritual.

Este elemento é muito sensível, por isso é muito influenciável pelo ambiente em que está (pessoas, lugares, situações, etc). A água é o único elemento que é encontrado nos estados sólido, líquido e gasoso.

Este simbolismo já explica sua enorme sensibilidade ao ambiente em que está. É graças à água que temos empatia com os outros. Por isso é que podemos cuidar uns dos outros. Enquanto o ar representa o relacionamento no nível intelectual, a água representa o relacionamento no nível emocional.

A água capta coisas, que às vezes as palavras não conseguem explicar, a mente muitas vezes não consegue perceber, ou entender. Este elemento nos faz mais bondosos, ternos, caridosos. É graças à água que podemos entender o sofrimento de uma pessoa.

Os signos de água estão em oposição aos signos de terra. Enquanto os signos terrenos ligam ao mundo físico, no qual é necessário ver para crer, a água nos liga ao mundo da magia, dos sonhos, do sobrenatural, onde os milagres acontecem. Ele está associado a todos acontecimentos que de algum motivo desafiam a nossa noção de realidade (terra).

Pessoas pouco ligadas a este elemento podem ser insensíveis, serem pouco emotivas e podem ter dificuldade de lidar com sua espiritualidade e de entrar em contato com o seu inconsciente. Já pessoas muito ligadas a esse elemento podem ser do tipo que sempre ajudam aos outros, mas no fundo se ressentem porque acham que são exploradas. Seu excesso de sensibilidade e a influência do ambiente podem fazer com que absorvam a personalidade das pessoas próximas, causando mudanças em seu temperamento, de acordo com o local onde estejam. Esse ressentimento, pelo excesso de bondade e a enorme sensibilidade, podem levar essas pessoas a se tornarem cruéis e rabugentas, ou a viverem num mundo de fantasias, ou se drogando e bebendo, como formas de se protegerem, já que essa enorme sensibilidade, se não for usada com sabedoria (terra), inteligência (ar) e sabendo separar nossa identidade dos outros (fogo), pode se torna algo bastante opressor e destrutivo.

Os quatros elementos são necessários para o nosso desenvolvimento como seres humanos. Temos que aprender a nos desenvolver nessas quatro direções. Quando os elementos estão em harmonia, o que chamamos de realidade, está em equilíbrio. Caso contrário, como o fogo causa incêndios, a terra terremotos, o ar terríveis ventanias e a água inundações, assim a nossa realidade pode ser um ambiente inóspito, sendo algo difícil de se suportar.


-----------------------------------------

Extraído de um texto em PDF, sem autoria definida, sob o título "Analisando os símbolos astrológicos".