terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Marte Retrógrado nas Casas Mundanas Natais, por Martin Schulman

MARTE RETRÓGRADO NA PRIMEIRA CASA

Aqui o indivíduo está mais confortável na" Fase I do Processo Retrógrado, na qual ele tenta se projetar no futuro que deseja agora. Quando não pode fazer as coisas acontecerem instantaneamente, ele usa muito de projeção de pensamento, trazendo os outros para seus desejos Cármicos, até que finalmente acredita que pode realmente fazer com que o futuro aconteça mais depressa do que ele sente que aconteceria se não tivesse ajudado.

Ele é muito inseguro, particularmente no que diz respeito à sua sexualidade, que na maioria das vezes parece estar fixada em sua juventude. Devido à sua impaciência, ele tende a entrar em atividades e comportamentos aparentemente inúteis, tentando criar tudo que naturalmente aconteceria espontaneamente. Ele é o guerreiro isolado de seus desejos de vida passada que se manifestam novamente em sua atual encarnação, querendo, que outros se juntem a ele e ainda assim não admitindo verdadeiramente que ninguém entre em seu próprio espaço psíquico. Assim, ele vive grande parte de sua vida sozinho.

Ele é excessivamente autoconsciente e vê a maior parte do mundo exterior como uma ameaça ao seu próprio "ego" pessoal. E é por isto que ele tenta criar situações nas quais possa provar que é ele quem domina. Como resultado, ele é muitas vezes agressivo com os outros, dificilmente lhes dando uma chance para pensar. Deste modo, ele tem certeza que suas idéias não serão rejeitadas.

Ele está continuando um Carma de vida passada, de construir sua auto-identidade e gasta uma enorme quantidade de energia defendendo qualquer espaço que tenha conquistado anteriormente. Na vida presente ele precisa aprender a ver e a estar "no aqui e no agora" a fim de que não reaja fortemente a situações que ele mesmo criou.



MARTE RETRÓGRADO NA SEGUNDA CASA

Aqui o indivíduo gasta a maior parte de seu tempo e energia na Fase III do Processo Retrógrado. Ele tem muitos desejos na vida mas nem sempre tem o impulso para controlar seus desejos através do árduo trabalho que os transformará em realidade.

Às vezes ele pode ser muito ciumento dos outros quando, de fato, ele está apenas zangado com seu próprio fracasso em alcançar o potencial que sente estar dentro de si mesmo. Ele pode meditar e agarrar-se a argumentos superados há muito tempo. Isto acontece porque ele é tão altamente subjetivo que nem sempre vê o ponto de vista de outra pessoa.

Carmicamente ele traz consigo para esta vida uma forte natureza de desejo com a qual terá que lidar em todos os níveis. Às vezes ele tende a sentir pena de si mesmo a fim de obter ajuda dos outros. Desta maneira ele pode reabastecer a energia que gastou criticando a si mesmo por fracassar. Ele pode aparentemente concordar com os outros, reconhecendo suas realizações, mas, interiormente, na verdade, não lhes dá crédito. Ele realmente deseja que as realizações dos outros pudessem ter sido suas. Como tal, ele tende a utilizar um processo de projeção de pensamento para se identificar com as realizações dos outros, esperando, através de algum método desconhecido, internalizar e tornar seu o progresso que estes fizeram por si mesmos.

Ele tende a se conter sexualmente, secretamente temendo perder alguma coisa. Isto é devido a medos infantis provenientes de um antigo aprendizado de que o mundo realmente pode tirar alguma coisa dele. Ele alcançará a felicidade quando perceber que ele é quem cria tudo com o que tem que lidar na vida, e que tudo que possui ou deseja possuir é simplesmente a simbologia coletiva de tudo que valoriza.




MARTE RETRÓGRADO NA TERCEIRA CASA

Aqui o indivíduo experimenta um desalinhamento em seus processos de comunicação. Ele tende a passar muito tempo na Fase I do Processo Retrógrado esforçando-se para se expressar de uma maneira que lhe mostrará que ele realmente marcou os outros negativamente. Ele fere a sensibilidade das pessoas sendo excessivamente rude ou usando muita força enquanto impacientemente tenta dizer o que quer.

No horóscopo de uma mulher, esta posição freqüentemente pode significar atração por homens assexuados, ou que sejam inatingíveis. A mulher não está verdadeiramente procurando a energia do homem a nível sexual, pois isto pode ferir suas próprias sensibilidades. Pelo contrário, ela pode preferir relacionamentos platônicos.

Com esta posição, a Fase III do Processo Retrógrado também pode entrar em funcionamento, pois há uma tendência muito forte de criticar as ações e pensamentos muito tempo depois da experiência original ter acabado. Assim, no lado pessoal da vida, tudo pelo que o indivíduo passa, finalmente, se torna um eco interminável.

Ele está vivendo um Carma de aprender a lidar com sua sensibilidade para com o mundo exterior na esfera de seus relacionamentos pessoais. Ele alcançará a felicidade quando superar sua necessidade de personalizar seu meio ambiente. Finalmente ele pode superar o desejo de ter uma participação ativa em tudo que acontece ao seu redor. Quando ele dominar isto, experimentará uma nova sensação de liberdade que suas almas têm pedido.




MARTE RETRÓGRADO NA QUARTA CASA

Aqui o indivíduo passa muito tempo na Fase III do Processo Retrógrado, na qual ele tenta reviver as experiências emocionais de seu passado, Ele tende a combater sua própria evolução natural, pois um forte desejo inconsciente de voltar para o útero o mantém enraizado em algum estágio anterior de forte conflito psicológico com um dos pais. Enquanto o indivíduo vai pela vida, ele parece se relacionar melhor com pessoas cujas idades são muito diferentes da sua. Ele pode obter mais força destas pessoas mais velhas do que de si mesmo, enquanto ao mesmo tempo testa sua própria força nos mais jovens.

Este indivíduo necessita de constante estímulo se quiser fazer algo construtivo com sua vida. Ele pode ser um enorme consumidor de energia dos que estão à sua volta, pois tende a precisar da energia alheia para se direcionar. Todas as posições de Marte Retrógrado tendem a tirar energia dos outros, mas aqui, na Quarta Casa, a influência aquática lunar aumenta este efeito a ponto das necessidades interiores do indivíduo poderem esvaziar completamente os que estão ao seu redor.

Ele está vivenciando um forte Carma de dependência e na verdade não quer estar nesta vida sem depender de ninguém, e tende a querer dividir suas responsabilidades com aqueles que sente que são mais fortes do que ele.

Geralmente ele escolherá como amigos pessoas que são imagens simbólicas dos pais. É através destas pessoas que ele culpará um de seus pais por todos os obstáculos que ele não pode superar nesta vida.

Na mulher, o ato de evitar os homens é intensificado por esta posição da casa. Ela se torna uma prisioneira de seus medos até perceber que tem energizado negativamente memórias de uma vida passada.






MARTE RETRÓGRADO NA QUINTA CASA

Com esta posição o indivíduo experimenta dificuldades para expressar sua criatividade. No nível sexual sua vibração atrai e repele, alternativamente, enquanto ele se move pelas diferentes Fases Retrógradas. Existe uma tendência a estar fora de sintonia com as forças cósmicas naturais, pois o indivíduo está se esforçando muito para ser ele mesmo. Algumas vezes ele sente que está lutando contra a corrente. Mas se esforça para criar estas correntes para que tenha alguma coisa para nadar contra. Nesta posição os casos amorosos são difíceis e o impulso sexual não flui suavemente. Ao mesmo tempo, todas as qualidades infantis no horóscopo tornam-se aumentadas.

Em determinado momento na vida haverá energia que será gasta no relacionamento com uma criança do sexo masculino que seja rebelde, ou com uma pessoa mais jovem que se recusa a se encaixar num modelo de comportamento esperado.

O conceito de progresso significa frustração, porque o indivíduo constantemente sente que deveria estar fazendo algo diferente do que faz. Ele tende a meditar sobre os contratempos da vida ao invés de procurar por novos horizontes.

Ele está experimentando o Carma de rever todo seu processo criativo, pois muito do que criou no passado só o deixou insatisfeito. Agora, precisa aprender o que realmente é importante para ele, no que diz respeito ao seu sentimento de bem-estar. Ele será capaz de fazê-lo melhor quando superar os sentimentos inconscientes de superioridade, que têm estado alimentando seu "ego" ao invés de construir sua confiança.




MARTE RETRÓGRADO NA SEXTA CASA

Aqui o indivíduo é apanhado entre o conflito de quanto ele deveria fazer pelos outros e de quanto deveria fazer por si mesmo. Ele tende a se ofender com os outros se lhe disserem como fazer as coisas e, ainda assim, inconscientemente quer seus conselhos. Muito independente, ele luta para governar sua própria vida entre uma torrente de circunstâncias externas que determinam a direção de suas energias. Ele é muito consciente de que não deseja ser usado pelos outros e, ainda assim, é exatamente este pensamento que o faz continuar chamando para a sua vida as mesmas pessoas que podem lhe fazer isto. Ele pode ser extraordinariamente frio quando as situações pedem calor porque ainda não aprendeu completamente a confiar nos motivos das outras pessoas.

No trabalho ele tende a subestimar a validade de seu próprio rendimento. Ele está buscando a autoperfeição através de suas realizações, e, sendo excessivamente crítico de si mesmo, também espera muito dos outros. Em alguns casos isto resulta numa tendência a julgar os outros e pode ser levado a um extremo onde a mente inconsciente do indivíduo não vê outro ser humano tendo a habilidade de viver de acordo com expectativas plenas. Ele também pode experimentar períodos de frigidez sexual, que algumas vezes levam à completa impotência. Tudo isto se deve ao fato de ele estar vivendo um Carma de procura de perfeição nas ações. E, enquanto ele tenta organizar o mundo ao seu redor, vagarosamente começa a se organizar. Contudo, sua abordagem à vida é excessivamente severa e, em todos os níveis, seria bom se seguisse o conselho de Desiderata: "Acima de tudo — seja gentil consigo mesmo." Quando aprender isto, toda a sua visão a respeito dos outros muda dramaticamente.




MARTE RETRÓGRADO NA SÉTIMA CASA

Aqui o indivíduo experimenta uma desorientação em seus relacionamentos com os outros. Para ele, é difícil ser casado, uma vez que o lado de si mesmo que ele vê numa esposa é geralmente o que ele é menos capaz de aceitar. No horóscopo de uma mulher, esta posição freqüentemente indica uma vida passada de ódio aos homens. Nesta vida ela tenderá a procurar razões que justifiquem seus sentimentos. Muitas vezes existe a expectativa de que o companheiro esteja propositadamente tentando magoá-la.

Existem muito poucos indivíduos com esta posição que não possuem, inconscientemente, uma índole agressiva. Freqüentemente, isto se manifesta em relacionamentos muito controvertidos, quando o indivíduo não está absolutamente querendo ter um relacionamento.

Basicamente, existe uma desconfiança das pessoas. O indivíduo está constantemente prevenido contra a possibilidade de ser magoado. E é esta mesma pré-programação que faz com que provoque nos outros sentimentos hostis, que provam seu ponto de vista.

Carmicamente esta pessoa tem muito a aprender sobre dar e receber nos relacionamentos íntimos. Sua vida é uma contínua lição para seu "ego", a fim de que um dia ele possa se alinhar numa perspectiva equilibrada com os efeitos que provoca nos outros. Até que seja capaz de perceber esta lição, ele inconscientemente sentirá em si mesmo toda reação negativa que provocou nos outros.





MARTE RETRÓGRADO NA OITAVA CASA

Aqui o indivíduo passa por grande tensão interior. Ele não expressa facilmente as frustrações que sente como resultado do sutil caminho no qual está sintonizado com os desejos de outras pessoas. Freqüentemente, ele não consegue separar as vontades dos outros das suas, e isto o torna hesitante em expressar o forte impulso que sente.

Esta posição freqüentemente provoca dificuldades sexuais pois o indivíduo sente, interiormente a possibilidade de rejeição, que em seu subconsciente ele rapidamente associa com medo de ser abandonado, de deserção e da própria morte. Ele tende a se alienar de muitas das coisas que lhe trariam a satisfação que ele pensa estar procurando. Assim ele se sente separado da sociedade.

Enquanto continua negando a si mesmo a satisfação, ele secretamente inveja os outros. Esta posição, se usada negativamente, pode ser particularmente destrutiva pois o indivíduo sente interiormente as vibrações inferiores do espaço celeste a seu redor. Entretanto, do lado positivo, a pessoa pode usar esta posição para ter os ideais elevados que ele intuitivamente percebe em seus níveis mais profundos. Isto transformará não só a ele, como aos que estão ao seu redor.

Carmicamente ele está experimentando internamente a natureza do desejo do mundo no qual vive e, quer escolha representá-lo durante as Fases I ou II, ou observar como age sobre ele durante a Fase III, ele no entanto é confrontado com a luta para superar seus impulsos físicos. Ele alcançará a felicidade no dia em que tiver domínio sobre suas necessidades.

Ê através da profundeza e da perspectiva que a Oitava Casa lhe oferece a habilidade de ver a verdadeira essência da natureza de seu desejo.




MARTE RETRÓGRADO NA NONA CASA

Com esta posição o indivíduo tem um grande desejo interior por liberdade. Algumas vezes é a liberdade da escravidão das emoções de outras pessoas, mas em níveis mais elevados torna-se uma busca para transcender o próprio pensamento humano. Em alguns, isto se manifesta como uma busca religiosa ou espiritual que beira o fanatismo.

O casamento é raro com Marte Retrógrado na Nona Casa, pois as qualidades solitárias de Marte se combinam com as tendências celibatárias da Nona Casa para fazerem o indivíduo desejar ser um espírito livre. Em alguns casos a pessoa está fora de contato com seu impulso sexual e pode realmente estar projetando fortes impulsos sexuais, durante a Fase I do Processo Retrógrado, sem ter nenhum conhecimento consciente disto. Para aqueles que têm uma busca espiritual, esta posição provoca dificuldades que resultam na inabilidade para controlar ou estabilizar o corpo astral. Aqui, a liderança de um professor é de extrema importância antes de se tentar qualquer forma de projeção astral.

Carmicamente, Marte Retrógrado na Nona Casa oferece uma vida que é quase como uma bênção solitária. Através de períodos de isolamento de circunstâncias que forçam o indivíduo a lidar com suas atitudes interiores e com seus efeitos, ele está trazendo vidas da natureza de seu desejo para o compartimento sagrado de sua mente superior, onde de uma vez por todas ele pode atingir a união consigo mesmo. Como todos estes desejos são transformados e elevados para um plano superior, ele é capaz de finalmente completar a lição shakespeariana: "Para teu próprio ser, seja verdadeiro."




MARTE RETRÓGRADO NA DÉCIMA CASA

Aqui o indivíduo sente conflitos nas decisões que precisa fazer para estabelecer a segurança de seu futuro. Muitas de suas metas são baseadas no passado e assim cada passo para a frente traz consigo o fardo total de seu destino.

Ele tende a sentir que barreiras o estão detendo, mas na verdade elas lhe pertencem. Desejando ganhar a estima de seus semelhantes, ele freqüentemente examina e reexamina suas ações a ponto de parecer um protelador. Ele divagará e passará por incontáveis atividades antes de dar o passo que, durante todo o tempo, sabia que iria dar.

A vida profissional tende a ser atraída para trás no sentido de que o indivíduo, muito cedo na vida, se esforça para alcançar o topo da montanha, e, então, posteriormente, reconstitui seus passos para realisticamente se colocar em níveis com os quais deveria ter lidado antes. A vida é uma sucessão de passos desviados que mais tarde são reconstituídos enquanto ele continua tentando equilibrar suas bases.

Carmicamente esta pessoa está aprendendo a encontrar seu futuro. E, sempre, é reconstituindo e preenchendo as lacunas em seu passado que torna seu bem-sucedido futuro mais garantido. Quando fica mais velho, aprende a construir por caminhos que são mais significativos para seu propósito final, ao invés de viver sob o peso de uma ilusão de vida passada de que ele precisa conquistar um mundo que é muito difícil de dominar.





MARTE RETRÓGRADO

NA DÉCIMA-PRIMEIRA CASA

Com Marte nesta posição, existe um forte desejo de sonhar acordado. O indivíduo se coloca em estados de consciência que lhe permitem reviver momentos em seu passado. Ele tende a se esquivar de responsabilidades impostas, mas pode lidar com elas sozinho desde que ninguém o esteja fazendo se sentir responsável. Ele pode passar muitas horas sozinho ou envolvido em atividades que para os outros não parecem práticas. A verdade é que a maior parte de suas energias estão voltadas para seus sonhos, mas ele desperdiça tanta energia que raramente é capaz de fazer com que estes sonhos se tornem realidade.

Freqüentemente ele fica desligado de seu desejo sexual, e tem muita dificuldade para integrá-lo ao resto de sua vida.

A principal dificuldade é que ele vê quão rápida e facilmente suas ambições, esperanças e sonhos vão para a realidade de suas fantasias, mas sabe quanto esforço seria preciso para trazer estes delicados sonhos para sua vida quotidiana. É neste ponto que ele bloqueia a si mesmo. A parede imaginária entre fantasia e realidade mantém a maior parte de suas energias focadas em seus sonhos.

Carmicamente ele está aprendendo a energizar suas ambições e assim, após vidas de imaginação, ele será capaz de quebrar a barreira mental que impediu que elas se tornassem reais. As dificuldades que experimenta ao se relacionar com os outros são simplesmente os catalizadores que o levam a transcender suas supostas inadaptações e, assim, ele desenvolve um desejo suficiente para mudar sua identificação com o mundo. Quando consegue isto, suas ações se originarão de uma perspectiva nova e muito mais satisfatória.

Ê interessante notar que, nesta posição de Marte, as delicadas qualidades errantes da Décima-Primeira Casa têm menos a ver com as Fases Retrógradas que o indivíduo experimenta do que o verdadeiro signo do Zodíaco que lá se manifesta.




MARTE RETRÓGRADO
NA DÉCIMA-SEGUNDA CASA

Aqui a natureza completa do desejo é fortemente enraizada num Carma de vida passada. Geralmente existiram ocasiões lamentáveis que deixaram o indivíduo com muita raiva oculta. Ele tende a vê-la nos outros, porque a está procurando, mas raramente a reconhece em si mesmo. No horóscopo de uma mulher isto torna o relacionamento com os homens quase impossível, pois cada novo homem simboliza de alguma maneira aquele indivíduo que numa vida passada a magoou profundamente. Como resultado há uma grande tendência a desconfiar dos motivos dos homens, uma vez que o indivíduo sente que não há muitas razões para esperar um tratamento melhor no futuro.

Com esta posição a energia da vida está sendo dirigida para trás no tempo, com a esperança de finalmente encontrar onde e o que saiu errado. Assim, homem ou mulher, é muito difícil para esta pessoa viver no presente. Toda tentativa para ajudar o indivíduo tende a falhar, até que a pessoa encontre, nos profundos recessos de sua consciência, o que ela pensa estar procurando.

A lição Cármica nesta vida é aprender a perdoar. A pessoa precisa compreender que e impossível perdoar sem esquecer. Quando o indivíduo aprender isto, ele não mais terá de internalizar tudo e pode libertar aquelas partes de si mesmo presas no passado.




Extraído de:
SCHULMAN, Martin: Planetas retrógrados e reencarnação. São Paulo : Agora, 1987.