segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Plutão em Gêmeos (1883/84-1912/14) - por Puigross

A imaginação e a ingenuidade de Gêmeos provocarão uma mudança no mundo. Ao entrar num signo do Ar - sabemos que esse tipo de signo se relaciona com a mente -, a ação de Plutão se torna ainda mais impessoal, mais desapegada e, por conseguinte, mais livre para eliminar os antigos padrões e hábitos, especialmente o preconceito e a ignorância. Plutão em Gêmeos enfatiza a comunicação em seu sentido mais amplo: leitura, estudo, pensamento, viagens... ampliam o horizonte mental do homem e a interação recíproca.

Os meios de comunicação, periódicos, transporte, a aviação, as novas idéias e novos métodos se expandem de modo acelerado. É como uma "crise de crescimento e alguns homens, ao ampliarem sua mente, percebem a necessidade de uma mudança radical da mentalidade coletiva. São as primeiras pessoas a terem uma visão clara de uma sociedade futura.

Por outro lado, esse incremento da comunicação divulga rapidamente, em todo o mundo, os inventos e descobertas concebidos pela mente do homem. Em outras palavras, essa época põe termo ao isolamento dos povos e das diferentes culturas.

Infelizmente, a humanidade sempre usou a energia de um planeta de forma destrutiva antes de aprender a fazê-lo de forma construtiva. Assim, essa universalização do conhecimento, com todas as suas descobertas técnicas, difundiu-se rapidamente na Primeira Guerra Mundial.

A oportunidade oferecida por Plutão em Gêmeos é de regenerar a mente, transformando-a num poderoso instrumento, capaz da mais penetrante e aguda visão, e libertando-a da dispersão, da futilidade e da esterilidade.