segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Plutão na Casa 9, por Puiggros

Tradicionalmente, trata-se do setor da filosofia e da religião, ou, como é costume chamá-lo, o setor da mente abstrata, em oposição ao setor três, o da mente concreta.

Plutão projeta uma poderosa energia nessa direção e canaliza a mente para realidades não habituais, para filosofias profundas, que transcendem as concepções estabelecidas ou aceitas. Manifesta sempre a necessidade de chegar ao mais fundo, à origem do conceito. Se está bem aspectado e se o indivíduo logra controlar uma força tão poderosa, pode vir a ser um grande pensador, um místico profundo ou um magnífico professor que nos leve a perceber aquilo que transcende o concreto. Necessidade de conhecer e de compreender o objetivo da vida. Expansão espiritual. Desejo de explorar os horizontes mais longínquos, na Terra ou para além desta. Pioneirismo e características exploratórias nos campos da filosofia, religião e misticismo. Se utiliza essa força de modo frutífero, o indivíduo pode aspirar ao atingimento de seus mais elevados ideais de iluminação e sabedoria, muito embora, de modo geral, precise desrespeitar certas crenças e opiniões fixas antes de começar a sentir-se satisfeito consigo mesmo.

Mal aspectado, tal coisa se transforma em subserviência em relação a determinadas crenças, religiões, ideologias obscuras e por vezes cruéis, práticas esotéricas em geral e rituais e magia negra em particular. Dogmatismo, fanatismo e uma tendência - que é quase uma urgência - de ensinar aos outros aquilo que a pessoa pensa ser a verdade. Nesse setor, o indivíduo deseja impor sua verdade, sem dar muita importância aos métodos. Tende a forçar os outros a "acreditarem" - evidentemente, para "seu próprio bem" ou para sua regeneração. Alguns livros dedicados ao tema dizem que se trata de uma posição característica dos inquisidores da Idade Média.

Afastamento do lugar de origem; a pessoa pode encontrar-se com seu destino no estrangeiro. Pode ocorrer também que o indivíduo se sinta "perdido" na vastidão do longínquo.