quarta-feira, 8 de junho de 2016

Astrologia e Conservadorismo, por Catherine Aubier

À primeira vista, os diversos signos do zodíaco estão mais ou menos igualmente repartidos no seio das diferentes correntes políticas. A tendência conservadora é, todavia, característica de certas configurações astrológicas.

De uma maneira geral, concerne sobretudo aos signos de Terra (Touro, Virgem, Capricórnio) e de Câncer.

Os valores tradicionais da direita são também associados à casa II (bens materiais, dinheiro, propriedade) e à casa IV (lar, conforto, raízes familiares) (ver exemplo).

Outros fatores importantes: as conjunções ou os aspectos valorizantes de Sol-Júpiter-Saturno.

Os Temas de Hitler, Mussolini e Pétain são bastante interessantes a esse respeito, estando muito  marcados  por Touro.

O espírito fundamentalmente terreno dos fenômenos totalitários aparece nitidamente através dos Temas de Stálin e Mao, ambos essencialmente capricornianos.