segunda-feira, 6 de junho de 2016

Revoluções Solares: A sobreposição da Casa IV anual nas casas natais, por Alexandre Volguini.

A IV Casa anual na I Casa natal dominam aqui as questões familiares ou relativas à residência. Com frequência, essa sobreposição refere-se aos segredos pessoais ou de família ou, por outro lado, implica as questões de bens imobiliários. Parece que a influência da família sobre o sujeito é acentuada por tal configuração.

A IV na II como a IV é a Casa dos bens imobilizados ou aplicados, essa sobreposição permite julgar as economias que o sujeito fará no decorrer do ano. Algumas vezes, ela age como a II Casa anual na IV natal.

A IV na III, algumas vezes, marca o ano no qual é suspensa uma correspondência de longa data; pode marcar também a ocupação com papéis (III) relativos às propriedades fundiárias ou ainda a conclusão de uma obra literária. As questões referentes à residência parecem influenciar o espírito do sujeito.

A IV na IV ressalta, como todas as sobreposições análogas, os significados e as promessas da IV Casa natal.

A IV na V parece ser uma sobreposição favorável para todas as pessoas que habitam no lar do sujeito. Em casos específicos, isso pode indicar a geração de uma criança (pois a IV Casa significa também as causas e as coisas ocultas), sobretudo num tema feminino.

A IV na VI mostra inquietação pela saúde dos pais ou por assuntos domésticos. Frequentemente, é indício de uma doença na família ou do fim de uma enfermidade do sujeito.

A IV na VII, algumas vezes, é o signo de expiração de um contrato ou de um arrendamento, ou do fim de um processo. As pessoas que têm litígios acerca de uma sucessão apresentam, muitas vezes, essa sobreposição.

A IV na VIII revela perigo de morte na família ou, por vezes, regulamentação de uma sucessão em curso. Nos temas femininos, essa sobreposição corresponde frequentemente ao ano da menopausa, pois a VIII é a Casa do sexo.

A IV na IX, com certa frequência, significa viagens para um dos membros da família. Essa sobreposição permite julgar os resultados práticos obtidos no domínio das ciências divinatórias e das previsões do futuro nos temas dos ocultistas.

A IV na X é uma sobreposição importante para todos aqueles cuja situação depende de terrenos, minas, imóveis e outras significações da IV Casa. Como a IV é a Casa das causas e das origens e a X a Casa dos atos do sujeito, essa sobreposição impele o nativo a agir segundo as suas tendências impulsivas (sobretudo nos signos de Fogo) ou segundo a sua vocação (com o reforço da triplicidade de Ar).

A IV na XI mostra o fim daquilo que se espera; os planetas determinam, em cada caso particular, se se trata da realização dos projetos e das esperanças que existem no momento do aniversário ou não. Algumas vezes, mudança do lugar de residência por uma viagem.

A IV na XII é sinal de preocupações, aborrecimentos domésticos e de descontentamento em assuntos do lar. Nas Revoluções Solares dos soberanos e dos chefes de Estado, essa sobreposição permite que se avalie a força da oposição e das intrigas contra o poder, assim como dos movimentos clandestinos.